Cidades | Contaminação

Principais praias estão impróprias para banho na Ilha

Laudo mostrou que as praias da Ponta d'Areia, do Olho d'Água, do Calhau e Araçagi estão poluídas
Nelson Melo / O Estado19/09/2019
Principais praias estão impróprias para banho na Ilha Praia da Ponta d’Areia está imprópria para banho, segundo laudo (De Jesus / O ESTADO)

O novo relatório da Secretaria de Estado do Meio Ambiente e Recursos Naturais (Sema) acerca das condições de balneabilidade mostra que as principais praias da Ilha estão impróprias para banho em todos os trechos analisados pelo Laboratório de Análises Ambientais (LAA). As praias da Ponta d’Areia, Calhau, do Olho d’Água e Araçagi, que são muito frequentadas, estão contaminadas em todos os pontos analisados.

O laudo da Sema se refere à ação de monitoramento realizada no período de 12 de agosto a 9 de setembro, sendo o último boletim concernente às condições de balneabilidade divulgado pela Secretaria. Foram analisadas amostras de 21 pontos distribuídos nas praias da Ponta d’Areia, São Marcos, Calhau, Olho d’Água, Praia do Meio e Araçagi. Após verificação laboratorial, os técnicos concluíram que quatro estão completamente impróprias para banho.

Na Praia de São Marcos, apenas um trecho foi liberado para banho. Na do Meio, os técnicos dispensaram dois pontos como livres de contaminação. As placas de sinalização foram colocadas nas praias, para alertar a população sobre onde está próprio e onde está impróprio para os banhistas. No boletim anterior, que abrangeu o período de 15 de julho a 13 de agosto, um trecho da Praia do Araçagi, em frente ao Fátima’s Bar, estava liberado.

Desta vez, toda a praia foi considerada imprópria. As demais, excetuando a Praia de São Marcos e a do Meio, também foram reprovadas pelas equipes da Sema em todos os pontos naquela ocasião. Apesar das placas de sinalização, pessoas costumam ignorá-las e se arriscam nos mergulhos. Comumente, os pais, de forma imprudente, levam as crianças para tomarem banho na água do mar.

Recentemente, O Estado visitou alguns trechos impróprios e verificou vários banhistas se arriscando na água salgada. As desculpas dadas pelas pessoas são variadas.

Quebra de sequência
Os últimos relatórios quebraram uma sequência incômoda com relação às condições de balneabilidade, uma vez que, desde dezembro de 2018, todas as praias da região metropolitana ficaram impróprias para banho de mar. Somente na primeira semana de agosto deste ano, o primeiro trecho foi liberado pela Sema.

Segundo o novo relatório da Sema, todos os trechos da Praia do Meio estão liberados para banho. Na análise anterior, um ponto estava impróprio, sendo este em frente ao Bar da Praia.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© 2019 - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte