Vida | Saúde animal

10 mitos e verdades sobre pulgas e carrapatos

Estes parasitas representam preocupação constante e são uma dor de cabeça para donos de cães e gatos, pois são fontes de doenças para seus pets, e em alguns casos podem ser fatais; confira informações preciosas para entender como mantê-los limpos
17/09/2019

Ver seu pet se coçar é algo comum, mas fique atento: muita coceira pode significar algo bem mais sério e que precisa da sua atenção. Entre os mais diversos problemas que seu animal de estimação pode enfrentar durante a vida, a infestação por pulgas e carrapatos está entre os mais comuns. Pesquisas mostram que, em tempos mais frios, 5,4% dos cães e 8% dos gatos levados aos consultórios veterinários têm sinais de infestação por ectoparasitas. Em climas mais quentes, esse número sobe para 27% dos cães e 35% dos gatos.
A maioria das pessoas acha que a presença desses parasitas é mais comum em animais que vivem em áreas rurais ou criados em quintais. No entanto, os pets que vivem em apartamentos também são afetados por esse mal, na maioria das vezes, quando têm algum tipo de contato externo com outro animal que esteja infestado. Mas não precisa entrar em pânico, tome nota de 10 mitos e verdades sobre carrapatos e pulgas, e facilite sua luta para se livrar desses hóspedes indesejados no seu pet.

Para continuar aproveitando o conteúdo de O Estado faça seu login ou assine.

Já sou assinante

entrar

Ainda não sou assinante

assine agora

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte