Polícia | Violência

Latrocínios, homicídios e feminicídios marcam o interior do Maranhão

Em menos de uma semana, a polícia registrou vários crimes bárbaros em cidade como Maranhãozinho, Imperatriz, Brejo, Vitória do Mearim e Bequimão
Ismael Araújo12/09/2019
Latrocínios, homicídios e feminicídios marcam o interior do MaranhãoPastor Jorge Antônio Magalhães, vítima de latrocínio em Imperatriz n (Divulgação)

SÃO LUÍS - A violência predomina no interior do estado. Em menos de 48 horas, a polícia registrou dois casos de latrocínio em Imperatriz, em cujo município, somente este ano, 69 pessoas já foram assassinadas a golpes de faca ou a tiros. Também ocorreu na tarde desta terça-feira, 10, uma tentativa de latrocínio no município de Brejo, um caso de tentativa de feminicídio na zona rural de Vitória do Mearim, e um crime de feminicídio na cidade de Bequimão, na segunda-feira. Neste dia, o empresário Klênio Cunha foi executado na cidade de Maranhãozinho, cujo crime, segundo a polícia, está sendo investigado com pistolagem.

O corpo de Edileuza Sousa Silva, de 58 anos, uma das vítimas de latrocínio em Imperatriz, foi liberado do Instituto Médico Legal da cidade na manhã de ontem. A polícia informou que o crime ocorreu na noite de terça-feira, 10, praticado por uma dupla que portava uma arma de fogo e que invadiu a residência da vítima, na Vila Redenção II, com o objetivo de roubar.

Edileuza reagiu ao assalto e se recusou a entregar o celular e acabou baleada no pescoço. Os criminosos fugiram levando o aparelho telefônico, entre outros objetos de valor. Os Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionado, mas ao chegar ao local já encontraram a mulher morta. O caso está sendo investigado pela Delegacia de Homicídio e Proteção a Pessoas (DHPP), sob a coordenação do delegado Praxíteles Martins.

Morte de pastor

A polícia de Imperatriz também está investigando a morte do pastor evangélico, Jorge Antônio Magalhães, de 50 anos. O crime ocorreu na madrugada de segunda-feira, 9, no Novo Imperatriz. A vítima foi espancada pelos criminosos e ainda teve a sua bicicleta roubada.

De acordo com a DHPP, um morador de rua, ainda não identificado, pode estar envolvido no crime. A polícia ainda ontem está buscando imagens de câmeras de videomonitoramento, instaladas nas proximidades do local do crime, para tentar investigar o criminoso.

Mais latrocínio

No povoado São Miguel, zona rural de Brejo, ocorreu uma tentativa de latrocínio na tarde de terça-feira. José Vieira de Carvalho e José de Lima Guimarães foram baleados por dois criminosos durante um assalto e, logo após, levados para o hospital da cidade, onde se encontra internado.

A dupla fugiu em um veículo Siena branco com as placas cobertas por adesivo. Guarnições da Polícia Militar foram acionados e realizaram rondas pela localidade e no começo da noite, o Siena foi encontrado em uma área de matagal, abandonado. O veículo foi levado para a delegacia do município.

Feminicídio

Outro ato bárbaro no interior foi registrado ontem, no povoado Coque, em Vitória do Mearim. José Luís Saraiva, de 58 anos, devido não aceitar o fim do relacionamento, desferiu vários golpes de martelo na cabeça da sua companheira, Daniele Soares Sousa, de 28 anos.

A vítima foi socorrida e levada para o hospital da cidade com várias fraturas na cabeça, desacordada, mas devido à gravidade dos ferimentos, foi transferida para um hospital da capital. Ainda ontem, ela passou por tratamento cirúrgico e corre risco de morte. Quanto ao acusado, após o crime, recorreu ao suicídio. O corpo dele foi encontrado em um barraco.

Outro crime de feminicídio ocorreu na segunda-feira, 9, e a vítima foi Leidilene Cantanhede Ferreira, morta a golpes de faca, segundo a polícia, desferidos por seu ex-companheiro, Ducivaldo do Espírito Santo Pereira. O fato ocorreu na cidade de Bequimão.

Execução

A polícia, ainda ontem, não havia conseguido localizar os acusados de terem executado o empresário Klênio Cunha. A vítima, que havia participado de uma vaquejada em Maranhãozinho, levou vários tiros quando dormia dentro de um veículo, na madrugada da última segunda-feira.

A polícia informou que três tiros atingiram a cabeça do empresário que era proprietário da Leite Móveis, em Governador Nunes Freire, e ainda tinha outros empreendimentos, nas cidades de Maracaçumé e na região do Gurupi. O corpo foi removido para o hospital da cidade para a autópsia.

Entenda

Crimes no interior do Maranhão

Maranhãozinho: executado o empresário Klênio Cunha;

Vitória do Mearim: José Luís Saraiva desferiu vários golpes de martelo na cabeça da companheira Daniele Sousa e logo depois recorreu ao suicídio;

Brejo: José Vieira de Carvalho e José de Lima Guimarães foram baleados durante assalto;

Imperatriz: dois casos de latrocínio e as vítimas foram Edileuza Sousa Silva e Jorge Antônio Magalhães

Bequimão: caso de feminicídio que teve como vítima Leidilene Cantanhede Ferreira

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© 2019 - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte