Esporte | 2020 é logo ali!

Após acesso, presidente do Sampaio começa a pensar no futuro

Com acesso à Série B garantido, presidente do Sampaio Corrêa fala sobre manutenção do elenco, permanência do treinador e cotas de televisão para a próxima temporada
10/09/2019
Após acesso, presidente do Sampaio começa a pensar no futuro Sampaio Corrêa garantiu acesso à Série B com o Estádio Castelão em festa (Lucas Almeida / Sampaio)

São Luís - Passada a euforia com o acesso para a Série B do Campeonato Brasileiro de 2020, o presidente do Sampaio Corrêa, Sérgio Frota, já começa a pensar na próxima temporada. Porém, o dirigente, detentor de cinco acessos com o clube, destacou que a prioridade de momento é colocar mais uma estrela na camisa do Sampaio Corrêa, com o título da Série C, mas afirmou que não tem como deixar de pensar já no próximo ano. O dirigente falou sobre a montagem de elenco, a permanência do treinador e também sobre o aumento nas cotas de TV que o clube vai receber.

Durante a comemoração do acesso, o técnico João Brigatti rasgou elogios a Sérgio Frota e ainda afirmou que, se depender do próprio, ele ficará no comando do time para a Série B. “Fico até quando ele quiser. O Sérgio Frota foi o melhor presidente que eu já trabalhei até hoje”, disse.
A permanência de João Bragatti é uma dar prioridades do Sampaio Corrêa para temporada 2020, segundo o próprio Frota afirmou: “Em 12 anos de Sampaio Corrêa, foi o melhor treinador com quem trabalhei, porque, além do trabalho em campo, ele tem uma personalidade parecida com a minha: um cara duro, que briga duro pelos resultados. Ele só não fica se não quiser”, disse o presidente.

Quanto aos jogadores, Sérgio Frota disse que ainda vai esperar pelo fim da temporada e pedir uma avaliação de João Brigatti. “Fica difícil. Com a conquista do acesso todos eles estão supervalorizados, mas não posso fazer loucura. Sampaio Corrêa tem um orçamento e não podemos ultrapassá-lo. O João Brigatti vai me entregar um relatório com os nomes dos jogadores que ele quer manter e vamos negociar com um por um”, comentou.

Com relação a orçamento, Sérgio Frota não está tão otimista, pois disse que o time precisa de um patrocinador master e ganhar dinhei­ro com merchandising para poder fazer a diferença na Série B. “Esses valores pagos de direito à cota de televisão, que em 2019 foram de cerca R$ 7 milhões por transmissões no canal Premiere, todo clube recebe. Porém, todos os outros times têm patrocinadores e orçamentos muito maiores que o nos­so. Se o Sampaio Corrêa não ganhar dinheiro com merchandising será muito difícil brigar por acesso”, explicou.

Orçamento pequeno

Quanto ao contrato com a Turner, empresa que transmite jogos de times brasileiros pelos canais Space e TNT, assinado até 2024, os valores não são tão relevantes. “Assinei o contrato na época com a antiga Esporte Interativo, que hoje está com a Turner, mas os valores não são muito altos. O que o Sampaio Corrêa deve ficar em torno de R$ 1 milhão a R$ 3 milhões e esse valor não faz diferença em relação aos outros clubes que também assinaram com o Canal. O que faz a diferença é o merchandising”, revelou.

Quanto ao valar que o DAZN, que comprou os direitos de transmissão da Série C 2019, Sérgio Frota disse não ter recebido nenhum centavo. “A DAZN repassou R$ 20 milhões para CBF, que não repassou nenhum centavo para os clubes. Pode perguntar para qualquer presidente de clube que disputou a Série C deste ano se alguém recebeu algum centavo da DAZN. Afirmo que nós não recebemos”, afirmou.

Utilização do VAR

Sérgio Frota disse que vai pedir novamente à CBF para que coloque VAR nos jogos da semifinal da Série C. “Depois do que aconteceu com o Paysandu, é claro que vou pedir VAR para a CBF como fiz antes, mas, infelizmente, não acredito que a CBF libere o VAR novamente. Só espero
que o jogo Náutico x Paysandu sirva de alerta para eles (CBF)”, falou.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© 2019 - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte