Esporte | A redenção!

Sampaio supera má fase e já pode celebrar um "feliz 2020"

Depois de início de temporada horrível, com acúmulo de eliminações, Tricolor "renasce" com acesso à Série B
09/09/2019
O goleiro Andrey em momento de fé após a vitória sobre o São José-RS

SÃO LUÍS - Nem o mais otimista dos torcedores do Sampaio Corrêa imaginaria que a temporada acabaria de forma tão sensacional. O começo do ano foi duro. Difícil. O time amargou um péssimo Estadual, sendo eliminado nas semifinais, não passou nem da 1ª fase da Copa do Nordeste e, de quebra, ainda foi eliminado no pré-Nordestão de 2020. Tudo errado. Mudança de técnico, mais uma eliminação na Copa do Brasil e, por fim, a saída de vários jogadores. No meio de tudo isso, uma disputa da Série C bem irregular, com acúmulo de mais derrotas do que vitórias.

No entanto, a redenção veio. Com a chegada de novos atletas e, principalmente, com o técnico João Brigatti assumindo o comando da equipe. O treinador estreou com um empate, mas engatou seis vitórias seguidas e, neste sábado (7), veio o prêmio pelo bom trabalho: o acesso à Série B e um fim de ano melhor do que qualquer um imaginava. Melhor ainda, pode acabar com um título, pois a Bolívia Querida ainda briga pela taça da 3ª divisão, o que pode ser o quarto título nacional do clube.

Para se ter uma ideia de como esse Sampaio que conquistou o acesso no último fim de semana foi modificado, do time que estreou na Copa do Nordeste, no primeiro jogo da temporada, na derrota de 5 x 0 para o Ceará, apenas o goleiro Rodrigo Carvalho e volante Eloir ainda estão no grupo. Depois dessa derrota, vieram quatro jogos, com duas vitórias e dois empates, sob o comando de Flávio Araújo. Porém, na sequência, somando Copa do Nordeste e Maranhense, vieram quatro derrotas consecutivas e uma crise que terminaria com a saída do “Rei do Acesso” e a chegada do gaúcho Julinho Camargo.

Julinho até mostrou força no início do seu trabalho, já com algumas modificações no elenco, mas a queda nas semifinais do Estadual, a péssima Copa do Nordeste, a saída precoce do Nordestão 2020, além da compreensível eliminação na Copa do Brasil para o Palmeiras e a instável primeira fase na Série C, o treinador não se sustentou no cargo, principalmente depois de uma acachapante derrota, por 3 x 0, para o Imperatriz pelo Brasileiro.

Capitão Paulo Sérgio celebra com a torcida

Nesta altura da temporada, o Sampaio vivia momento de forte turbulência, vários jogadores haviam chegado e muitos deixado o time, que ocupava o 5º lugar no Grupo A da Série C, no entanto, não passava confiança e uma eliminação na primeira fase e mais um ano na 3ª divisão seria o caminho mais natural, isso se conseguisse escapar do rebaixamento. Porém, tudo mudou.

Chegada de Brigatti e “decolagem”

Sob pressão, a diretoria do Sampaio agiu, e foi buscar o técnico João Brigatti, que vinha de uma passagem tumultuada pelo Paysandu. E a aposta deu certo. O treinador paulista estreou diante do Confiança, em um empate por 1 x 1, na Série C. Daí em diante, foram cinco vitórias seguidas e a liderança da chave, além da volta da confiança do grupo.

“Os jogadores foram verdadeiros guerreiros, encarnaram o espírito. Esses caras sofreram demais, pego no pé deles todo dia, insisti que eles têm potencial. Graças a Deus, a nossa garra foi coroada, foi um jogo difícil. Esse time tá de parabéns”, disse o treinador, logo após o dever cumprindo, ainda no granado do Castelão, após a vitória por 3 x 2 sobre o São José, na partida do acesso.

Além do bom trabalho do novo comandante, a chegada de alguns atletas foi fundamental. Principalmente o retorno do goleiro Andrey, e as chegadas dos atacantes Salatiel Jr., e, logo depois, o Roney, peças fundamentais nos bons momentos da equipe, assim como o camisa 10 Rodrigo Andrade e o zagueiro e capitão Paulo Sérgio.

Mais de 30 mil pessoas foram ao Castelão

“Agradeço ao torcedor tricolor pelo apoio, pelo incentivo, foi um acesso na raça, como o Sampaio gosta. Não só o torcedor boliviano, mas o Maranhão está de parabéns, demos um presente para a nossa cidade [São Luís completa 407 anos neste domingo]. Para aqueles que não acreditaram, eu voltei, com gosto de quero mais. Me machuquei na Série B e agora eu vou voltar a jogar a Série B. Estamos todos de parabéns, foi merecido, lutamos até o final e mostramos a força de um grupo”, disse o capitão, que conquistou o seu terceiro acesso com o time boliviano.

Depois das cinco vitórias seguidas, o Sampaio oscilou na reta final do campeonato, ficou quatro jogos sem vencer, mas, na última e decisiva partida, contou com o apoio de cerca de 30 mil pessoas, e bateu o São José, por 3 x 2, após empate sem gol no Rio Grande do Sul, e garantiu o retorno a divisão de acesso do futebol nacional quase um ano após o seu terceiro rebaixamento. E, sem ter medo de exagerar, podemos de dizer que o ano já terminou bem lá para as bandas do CT José Carlos Macieira.

Agora o Sampaio Corrêa luta para se despedir da Série C com a conquista do seu quarto título nacional. O Tricolor enfrentará o Confiança, que se classificou após uma vitória e um empate diante do Ypiranga (RS). Por ter melhor campanha, o time maranhense disputará o segundo jogo da série decisiva diante da torcida, no Estádio Castelão.

Sabendo que coisas ainda melhores podem vir por aí, o Brigatti já disse que pretende não deixar o time. “Fico até quando ele quiser! O Sérgio Frota foi o melhor presidente que eu já trabalhei até hoje”, disse.

Números do acesso

Série C

20 Jogos

10 vitórias

5 Empates

5 Derrotas

25 gols a favor

21 gols contra

Confira todos os clubes que subiram na Série C desde 2009:

2009

América Mineiro-MG, ASA-AL, Guaratinguetá-SP e Icasa-CE

2010

ABC-RN, Ituiutaba-MG, Criciúma-SC e Salgueiro-PE

2011

Joinville-SC, CRB-AL, Ipatinga-MG e América de Natal-RN

2012

Oeste-SP, Icasa-CE, Chapecoense-SC e Paysandu-PA

2013

Santa Cruz-PE, Sampaio Corrêa-MA, Luverdense-MT e Vila Nova-GO

2014

Macaé-RJ, Paysandu-PA, Mogi Mirim-SP e CRB-AL

2015

Vila Nova-GO, Londrina-PR, Tupi-MG e Brasil-RS

2016

Boa Esporte-MG, Guarani-SP, ABC-RN e Juventude-RS

2017

CSA-AL, Fortaleza-CE, Sampaio Corrêa-MA e São Bento-SP

2018

Operário-PR, Bragantino-SP, Botafogo-SP e Cuiabá-MT

2019

Confiança-SE e Sampaio Corrêa-MA

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© 2019 - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte