Polícia | Ação criminosa

Preso em Juçatuba suspeito de crime de feminicídio

Vítima desapareceu em abril e o copo só foi encontrado em agosto, no Calhau; com esse chega a 36 o número de feminicídio ocorridos este ano no Maranhão
Ismael Araújo06/09/2019

SÃO LUÍS - A polícia confirmou, ontem, que já ocorreram 36 casos de feminicídio este ano no Maranhão, seis deles somente na Grande Ilha. Ainda ontem foi preso o ex-presidiário José Ribamar Silva Saraiva, o Riba, em Juçatuba, em São José de Ribamar, acusado de ter matado e ocultado o corpo de Elayne Ingridy Diniz Pereira, de 23 anos. Ela estava desaparecida desde o dia 16 de abril deste ano e foi encontrada morta no dia 26 de agosto em uma área de matagal, no Calhau.

Para continuar aproveitando o conteúdo de O Estado faça seu login ou assine.

Já sou assinante

entrar

Ainda não sou assinante

assine agora

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© 2019 - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte