Política | Recursos

Senado aprova medida que deve render mais de R$ 700 mi ao MA

PEC da Cessão Onerosa prevê a divisão da União com estados e municípios de parte dos recursos oriundos de leilões de petróleo; peça voltará à Câmara Federal por causa de mudanças no texto
Ronaldo Rocha/ da editoria de Política05/09/2019

Senadores maranhenses aprovaram na noite da última terça-feira, 3, a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) da Cessão Onerosa que deve render cerca de R$ 730 milhões ao Maranhão.
A peça prevê a divisão entre a União com estados e municípios de parte dos recursos oriundos dos leilões do petróleo.
O senador Roberto Rocha (PSDB) comentou a aprovação da PEC que beneficiará todos os estados e municípios do país. Ele citou a situação do Maranhão e do município de Belágua.
“Aprovamos a Cessão Onerosa que trata de dinheiro do pré-sal. O Maranhão vai receber R$ 700 milhões este ano. Belágua, que tem o pior IDH do Brasil, vai receber
R$ 1 milhão. Isso é olhar para a população mais carente, que espera dias melhores e um futuro mais promissor. Vitória do Brasil”, publicou em seu perfil, em rede social, ao destacar a atuação do Senado sobre o tema.
O senador Weverton Rocha (PDT) também fez referência à aprovação da PEC, que destinará robusto aporte financeiro para o Maranhão.
“A construção do critério e da obrigatoriedade da execução desses recursos foi feita de forma que atendeu todos os estados e municípios. Será um aporte de recursos importante para os estados e municípios e principalmente para a população, que é a maior beneficiada com novos investimentos”, disse Weverton.
Ele explicou que, pela proposta, os recursos arrecadados no leilão não serão contabilizados no cálculo das despesas primárias do Orçamento Federal e, portanto, não poderão ser contingenciados quando se alcançar o teto dos gastos da União.
Depois de aprovada pelo Senado da República, a PEC retornará à Câmara Federal para que os deputados analisem as mudanças propostas pelos senadores.

Para continuar aproveitando o conteúdo de O Estado faça seu login ou assine.

Já sou assinante

entrar

Ainda não sou assinante

assine agora

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© 2019 - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte