Política

Proposta de criminalização do coach será debatida no Senado

Proposta n° 26, de 2019, tem origem popular e deve movimentar Comissão de Direitos Humanos da Casa nesta semana
O Estado MA02/09/2019 às 16h14
Proposta de criminalização do coach será debatida no SenadoDiscussões sobre atividade de coaching chegam até o Senado (Reprodução)

A Comissão de Direitos Humanos (CDH) do Senado promoverá nesta terça-feira (3), às 15 horas, um debate público sobre a possibilidade de criminalizar o coaching no Brasil. A sugestão, de origem popular, conta com milhares de assinaturas prós e contra. Além da proposta, também será debatida a possível regulamentação da atividade.

A ideia na comissão é analisar os argumentos que apoiam e refutam a atividade. A ideia tramita na CDH sob relatoria do senador Paulo Paim (PT-RS) e, se aprovada, pode virar projeto de lei.

Apesar de ocorrer em um dos plenários do Senado, o debate é interativo pelo portal e-Cidadania. Estão confirmados para o debate o presidente Federação Brasileira de Coaching Integral e Sistêmico, Paulo Sérgio Vieira da Silva, e o vice-presidente do International Coach Federation (ICF Brasil), Marcus Baptista. Outros parlamentares da Câmara e do Senado também devem comparecer para discutir a criminalização do coach ou a regulamentação do coaching por proposta legislativa.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© 2019 - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte