O Mundo | Reino Unido

Boris Johnson pede e rainha aprova suspensão do Parlamento

Medida, chamada de ''golpe'' por opositores, visa evitar medidas contra os planos do primeiro-ministro de sair da União Europeia de qualquer jeito em 31 de outubro; a ação do premier britânico foi criticada pela oposição
29/08/2019

LONDRES - O primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, pediu e obteve aprovação da rainha Elizabeth II para suspender as atividades do Parlamento por cinco semanas, entre 9 de setembro e 13 de outubro, em uma tentativa de barrar os esforços de deputados da oposição para impedir que ele promova a saída do Reino Unido da União Europeia no dia 31 de outubro sem um acordo de transição com o bloco europeu.

Para continuar aproveitando o conteúdo de O Estado faça seu login ou assine.

Já sou assinante

entrar

Ainda não sou assinante

assine agora

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© 2019 - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte