COLUNA

Crise x articulação

- Atualizada em 11/10/2022 às 12h23

Dois movimentos bem distintos, mas significativos no cenário que se desenha para a disputa das eleições 2020 em São Luís, ganharam destaque na imprensa e na análise política local.
Trata-se do anúncio antecipado de pré-candidatura pelo PSL do superintendente da Secretaria de Patrimônio da União no Nordeste, coronel Monteiro, e da renúncia à pré-candidatura do PDT por Ivaldo Rodrigues, como gesto de apoio ao presidente da Câmara Municipal de São Luís, vereador Osmar Filho.
No primeiro caso, crise e mal-estar no PSL.
O presidente estadual da sigla, vereador Chico Carvalho, fez questão de divulgar nota de esclarecimento, com a informação de que - apesar de Monteiro já manifestar o desejo pela disputa ao Executivo, a pré-candidatura anunciada não está vinculada a uma decisão partidária.
Na nota, Chico afirma que o PSL ainda não discutiu as eleições 2020 internamente, não lançou qualquer
pré-candidatura e classifica o anúncio de Monteiro como um “ato simbólico”, portanto particular.
Já no segundo caso, o que houve foi a consolidação de um projeto do PDT - dono do atual mandato com o prefeito Edivaldo Holanda Júnior -, com o apoio de Ivaldo Rodrigues a Osmar Filho.
Se de um lado as coisas ainda não estão bem definidas e o rumo é incerto, do outro a organização, as articulações e o consenso parecem já estabelecidos.
O caminho, contudo, é longo…

Recadastramento
O presidente do TRE, desembargador Cleones Cunha, conduziu a última reunião com juízes e prefeitos que compõem o ciclo 2019-2020 de implantação da biometria no estado.
A reunião ocorreu na última semana, no auditório do 5º andar do prédio-anexo do tribunal.
Pelo menos 15 municípios começarão o recadastramento biométrico obrigatório a partir de outubro.

Em casa
O desembargador Cleones Cunha lembrou que a grande vantagem nesse processo, do ciclo 2019-2020, é que o recadastramento ocorre no próprio município.
Com isso, o eleitor tem a possibilidade de se recadastrar mais perto de sua residência, sem ter necessidade de se deslocar para a sede das zonas eleitorais.
Na reunião sobre o tema, foram firmados termos de cooperação em que as prefeituras se comprometeram em disponibilizar espaço físico e o TRE o suporte técnico e operacional.

Vai mudar
O governador Flávio Dino anunciou ontem, por meio de seu perfil no Twitter, mudanças no comando do Procon.
A advogada Adaltina Queiroga, atual secretária adjunta na Casa Civil, assumirá a presidência do instituto a partir da próxima semana.
Karen Barros novamente ficará como auxiliar de Felipe Camarão na Educação.

Amazônia
O governador Flávio Dino aproveitou as discussões nacionais em torno dos incêndios na Amazônia para manifestar posicionamento.
Dino afirmou que o cumprimento das leis na Amazônia significa, além das questões ambiental e humanitária, proteger a economia do Brasil contra sanções internacionais. “Nossos produtores precisam dos mercados de outros países e por isso devemos dialogar pelos canais diplomáticos”, disse.

Desmatamento
O deputado estadual Wellington do Curso (PSDB) denunciou “desmatamento em massa” no Maranhão.
De acordo com o parlamentar, dados do Monitoramento do Desmatamento da Floresta Amazônica Brasileira por Satélite, realizado pelo projeto PRODES, mostram que só em 2018 um total de 253 km² da Amazônia legal no Maranhão já foram desmatados.
“Já em 2019, foram identificados 4.673 focos de queimadas no nosso Estado. Isso em apenas oito meses, o que faz com que o Maranhão seja o 6º estado com maior número de queimadas no Brasil”, disse.

Mobilização
O coordenador da bancada maranhense no Congresso Nacional, deputado Juscelino Filho (DEM), afirmou que vai incluir com urgência, na próxima reunião do colegiado, a concessão do Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses.
O projeto para a concessão foi confirmado pelo Governo Federal na última quinta-feira. Ë provável que o processo seja iniciado já em 2020.
Para a reunião, Juscelino afirmou que pedirá a presença de autoridade governamental para que a bancada maranhense conheça o projeto de Jair Bolsonaro para os Lençóis.

DE OLHO

R$ 4.650.504,84 é o valor do déficit da Previdência no Maranhão, em 2018, segundo dados do Tesouro Nacional divulgados no Boletim Financeiro de 2019.

E MAIS

• A cantora Alcione participará das festividades referentes ao aniversário da cidade de São Luís, no mês de setembro.

• O deputado estadual Duarte Júnior foi enquadrado na Assembleia Legislativa pelo líder da oposição, Adriano Sarney.

• O presidente Jair Bolsonaro deve inaugurar em São Luís as obras do Governo Federal de reforma e modernização do complexo da Praça Deodoro e Rua Grande.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.