Geral | Governo Bolsonaro

Anunciado plano de privatização do Parque dos Lençóis Maranhenses

Aeroportos do Maranhão também fazem parte do plano de desestatização do governo Jair Bolsonaro
O Estado22/08/2019 às 10h09
Anunciado plano de privatização do Parque dos Lençóis MaranhensesParque Nacional de Lençóis Maranhenses, em Barreirinhas. (Divulgação)

MARANHÃO - O governo federal anunciou oficialmente, na quarta-feira, 21, a ampliação do seu programa de privatizações e concessões. Além da desestatização de 16 empresas, a concessão de presídios e parques nacionais também será incluída pelo Palácio do Planalto no projeto.

A concessão do Parque Nacional de Lençóis Maranhenses, em Barreirinhas, também foi incluída no programa – além do Parque Nacional de Jericoacoara, e a renovação do contrato de concessão do Parque Nacional do Iguaçu, que já é explorado pela iniciativa privada.

Segundo o ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, a carteira atual do Programa de Parcerias de Investimentos (PPI) está estimada em R$ 1,3 trilhão, e a estimativa do governo é passar para R$ 2 trilhões com o anúncio desta quarta-feira.

Aeroportos

Aeroportos do Maranhão também fazem parte do plano de desestatização do governo Jair Bolsonaro. Em março, o presidente já havia anunciado que os aeroportos de São Luís e Imperatriz estão incluídos num lote de concessões do setor.

Na ocasião, o Ministério da Infraestrutura publicou, no Diário Oficial da União, o Edital de Chamamento Público de Estudos para a sexta rodada de concessões de aeroportos, incluindo três blocos: Sul, Norte e Central.

A chamada pública é voltada para empresas e consórcios interessados em elaborar os Estudos de Viabilidade Técnica, Econômica e Ambiental (EVTEA) para os 22 aeroportos.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte