Polícia | Encomenda

Polícia investiga crime de pistolagem em Zé Doca

Namoda estava festejando o seu aniversário quando foi executado por um trio de criminoso
19/08/2019
Polícia investiga crime de pistolagem em Zé Doca Maurivan Soares Azevedo, o Namoda, de 44 anos, morreu sábado, 17 (Divulgação)

SÃO LUÍS - A polícia até a tarde de ontem,18, não tinha conseguido prender o trio criminoso acusado de ter executado o ex-presidiário Maurivan Soares Azevedo, Namoda, de 44 anos. O crime ocorreu no último sábado,17, e a vítima estava comemorando o seu aniversário em um bar no bairro Nova Conquista, em Zé Doca.

O delegado Jader Alves informou que o assassinato tem características de pistolagem. Os criminosos chegaram ao local em um veículo Hilux prata, de placas não identificadas. Eles estavam encapuzados, com fardas da Companhia Energética do Maranhão (Cemar) e utilizavam balaclava.

Apenas um deles efetuou os disparos em via pública, enquanto outros criminosos deram a cobertura. A vítima levou vários tiros, inclusive, na cabeça e morreu no local. Os suspeitos tomaram rumo ignorado. Ainda de acordo com o delegado, Namoda tinha passagem pelos crimes de tráfico de droga, receptação, homicídio e formação de quadrilha.

Mais morte

No sábado, 17, deu entrada o corpo de Natanael Tavares Barros, de 31 anos, no Instituto Médico Legal (IML), no Bacanga. A polícia informou que o jovem foi baleado e veio a falecer no Hospital Municipal Socorrão I, no Centro. A Polícia Civil está investigando o caso, mas até o período da tarde de ontem não tinha registro de prisão.

Veja a nota da Cemar:

A prática de delitos por pessoas que se disfarçam de prestadores de serviço de concessionárias de energia, água, telefone ou TV a cabo tem se tornado cada vez mais comum, por isso a Cemar orienta para que as eventuais vítimas desse tipo de crime levem ao conhecimento das autoridades policiais da sua cidade através do telefone 190 e a Cemar acompanhará o resultado das investigações como forma de garantir um atendimento de qualidade e segurança para seus clientes.

É importante saber como identificar as equipes da Cemar e ficar atento para casos de eventual suspeita:

- É fundamental atentar para alguns detalhes, como o padrão dos uniformes (calça, botas, camisa), uso de crachá (com o nome do profissional impresso), e a marca da empresa na qual ele presta serviço. A marca da Cemar é obrigatória em todo o uniforme.

- Os profissionais de campo utilizam veículos devidamente emplacados, também padronizados com a marca da empresa fornecedora/ prestadoras de serviços e a da Cemar, além da marca e do número da Central de Atendimento 116 adesivado no carro.

- As equipes de atendimento de plantão 24 horas da Cemar são compostas somente por 02(dois) eletricistas. Em caso de suspeita de equipe de atendimento que não seja, de fato, da Cemar, ligue para a polícia no 190.

- Em caso de falta de energia, as equipes de plantão da Cemar realizam suas atividades somente até o medidor de energia. Se o medidor da sua casa fica na parte externa, não aceite o argumento de pessoas suspeitas que insistam para entrar na sua casa sem ordem de serviço ou sem identificar o titular da conta de energia. Em algumas situações, porém, é necessário que a equipe entre na residência, especialmente quando o medidor está na parte interna do imóvel. Mas fique alerta, pois o cliente sempre será identificado pelo nome. Caso o medidor ainda esteja dentro de casa, providencie adequar o padrão para a parte externa da casa.

- A maioria dos serviços realizados pela Companhia ocorre durante o dia. À noite, a Cemar realiza apenas serviços emergenciais de plantão, como religação de energia, solicitados por meio da Central 116, por exemplo.

- Atente, também, para o modelo e placa do veículo e, em caso de atitudes suspeitas, é importante entrar em contato com a polícia no telefone 190.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© 2019 - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte