Alternativo | 10 de agosto

Festa literária para saudar o Dia Estadual da Poesia

Premiação da segunda edição do concurso "Novos Poetas Maranhenses – Prêmio Gonçalves Dias" ocorre neste sábado, em celebração ao nascimento do poeta maranhense
10/08/2019
Festa literária para saudar o Dia Estadual da PoesiaO poeta Gonçalves Dias é o homenageado do evento que ocorre na AMEI (Divulgação)

São Luís - Neste sábado, 10 de agosto, é comemorado o Dia Estadual da Poesia. A data, idealizada pelo deputado estadual Adriano Sarney por meio da Lei 10.545/2016, será marcada com a segunda edição do concurso “Novos Poetas Maranhenses – Prêmio Gonçalves Dias”, realizado em parceria com a Associação Maranhense de Escritores Independentes (AMEI). O evento de premiação ocorre neste sábado, na sede da AMEI (São Luís Shopping), das 16h às 18h. Música, declamação de poemas e performances farão parte da programação, aberta ao público.

O prêmio “Novos Poetas Maranhenses – Prêmio Gonçalves Dias” indicará os autores dos 40 melhores textos que participarão do evento. O primeiro classificado receberá um prêmio no valor de R$ 1.000,00 e o segundo, R$ 500,00 e estes serão anunciados na hora. As premiações serão entregues pelo deputado estadual Adriano Sarney. Os vencedores foram apontados por uma comissão julgadora composta por três membros da AMEI – Jucey Santana, Iramir Araújo e Cléo Rolim.

Para poder competir, os poetas puderam inscrever até dois poemas de sua autoria, com temas livres. Serem inéditos e não terem sido publicados em livro ou participado de outros concursos era o pré-requisito exigido pelo regulamento.

O deputado Adriano Sarney acredita que o concurso dá visibilidade para autores profissionais e iniciantes e que serve de incentivo para a arte e a cultura no estado. “Esta é a segunda edição do prêmio e foi muito boa porque contou com uma participação bastante expressiva de inscritos. Tivemos poesias que surpreenderam os jurados. Fico feliz pelo empenho desses escritores porque esta é uma possibilidade de conseguirmos visibilidade para autores profissionais e iniciantes”, frisa o deputado.

Para o parlamentar, o concurso tem uma grande importância por marcar o Dia Estadual da Poesia. “A intenção é que o Prêmio Novos Poetas Maranhenses sirva de exemplo para o fomento de outras iniciativas para que os escritores locais também sejam mais conhecidos. O evento, baseado nesta data, é de fundamental importância porque incentiva a reflexão, o hábito da leitura e a produção literária de novos poetas maranhenses. O prêmio também homenageia o jornalista, advogado e poeta brasileiro Gonçalves Dias, considerado um dos principais representantes do romantismo do século XIX”.

A primeira edição do concurso ocorreu em 2017 e teve cerca de 200 inscritos. Este ano foram inscritas 505 poemas de 285 escritores. “Foi uma seleção muito difícil dado o ótimo nível dos trabalhos. O maranhense parece que tem a poesia no sangue e ficamos muito felizes com o resultado desta edição onde mais que dobramos a quantidade de trabalhos participantes”, diz o presidente da AMEI, José Viegas.

Conforme José Viegas, dos 40 poemas selecionados, cinco serão declamados e escolhido apenas dois, os quais receberão as premiações. “No entanto, os 40 poemas comporão uma coletânea e cada autor receberá um livro gratuitamente. A coletânea será lançada no dia 31 de agosto, Dia Nacional da Poesia, num evento que ocorrerá no Espaço Cultural da Livraria Amei”, adiantou.

Saiba Mais

O Dia Estadual da Poesia é celebrado em 10 agosto para homenagear o poeta Antônio Gonçalves Dias, que nasceu em Caxias, nesta data no ano de 1823. Era mestiço, filho de um comerciante português com uma cafuza. Estudou Direito em Coimbra, e foi lá que conheceu alguns dos grandes escritores românticos portugueses, com quem estabeleceu relações importantes para a sua formação intelectual como poeta. Ainda em Portugal, escreveu sua famosa poesia “Canção do exílio”, a qual mostra o saudosismo do autor em regressar ao Brasil. Após sua formação em Portugal, ele volta ao Brasil e aqui conhece uma das pessoas que mais lhe motivou em seus poemas, Ana Amélia, por quem foi muito apaixonado. No entanto, a mão da jovem é recusada pelo fato de Gonçalves Dias ser mestiço. Por causa de uma doença, o poeta regressou para a Europa em busca de tratamento. Em sua volta pra o Brasil, em 1864, o poeta morre no litoral do Maranhão, no naufrágio do navio Ville de Boulogne, no dia 3 de novembro.

Serviço

O quê

Premiação do concurso “Novos Poetas Maranhenses – Prêmio Gonçalves Dias”

Quando

Sábado, a partir das 16h

Onde

Espaço Cultural e Livraria AMEI – São Luís Shopping

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© 2019 - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte