Cidades | Capacitação

Gastronomia valorizada em oficina no Centro de Capacitação em Culinária Típica

Em trinta dias, Centro, que funciona no Museu da Gastronomia Maranhense, já qualificou para o mercado mais de 60 pessoas por meio de oficinas
08/08/2019 às 14h31
Gastronomia valorizada em oficina no Centro de Capacitação em Culinária TípicaMais de 60 pessoas já foram capacitadas por meio de oficinas (Divulgação)

Alimentos à base da vinagreira, como o arroz de cuxá, são característicos da cultura gastronômica no Maranhão. Por esse motivo, o produto foi escolhido para ser explorado na terceira oficina "Sabores da Terra - Vinagreira e seus derivados" promovida pela Prefeitura de São Luís, no Centro de Capacitação em Culinária Típica. O equipamento, que funciona no Museu da Gastronomia Maranhense e é coordenado pela Secretaria Municipal de Turismo (Setur), em 30 dias já qualificou para o mercado mais de 60 pessoas por meio de oficinas de curta duração.

O secretário municipal de Governo, Pablo Rebouças, acompanhou o encerramento da oficina na última terça-feira (6), quando os participantes apresentaram o resultado do aprendizado desenvolvido durante dois dias. "Gastronomia não é somente o que está sobre a mesa. É um ato de amor, de celebração, assim como é ensinar, permitindo a multiplicação de conhecimento. Esse fortalecimento de nossas raízes e valorização do nosso patrimônio é uma das prioridades da gestão do prefeito Edivaldo, que tem priorizado ações na área do centro histórico da capital maranhense", disse Pablo Rebouças.

Segundo a secretária municipal de Turismo, Socorro Araújo, as oficinas têm sido impulsionadoras para a geração de emprego e renda, considerando que promovem o aperfeiçoamento de profissionais e qualificam pessoas com a intenção de empreender no setor da gastronomia. Além da qualificação, as oficinas realizadas em parceria com o Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac), têm contribuído para a valorização de produtos tradicionais da culinária maranhense. Nas duas primeiras oficinas promovidas pela gestão do prefeito Edivaldo foram trabalhados pratos derivados do milho e da mandioca.

No entendimento da titular da secretaria municipal de Turismo, o relacionamento da gastronomia com a história permite maior compreensão da cultura de maneira geral. "As capacitações do Centro de Capacitação em Culinária Típica é uma proposta dinâmica do Museu da Gastronomia. Com elas, trabalhamos os produtos da nossa tradição, trazendo o conhecimento das nossas raízes", destaca a secretária Socorro Araújo.

Para a orientadora e instrutora de cozinha do restaurante Senac, Thaynara Rosa Gaspar, o aproveitamento das turmas tem taxa elevada devido à etapa prática. "Os alunos todos colocam a mão na massa. Desde a higienização dos produtos, da limpeza dos materiais até o produto final. No caso da vinagreira, desde o tratamento das folhas até o cozimento do arroz. São coisas que os profissionais de cozinha utilizam no seu dia a dia. Não é somente preparar um arroz de cuxá, mas as várias técnicas o profissional utiliza no preparo do prato", observada a orientadora, que enxerga nas oficinas, uma forma de elevar a qualificação dos profissionais da gastronomia que trabalham com os pratos típicos da culinária maranhense.

Com experiência no mercado, Márcio Correia, 28 anos, acredita que o curso vem demarcar uma nova experiência em sua qualificação como profissional de cozinha. "É uma oportunidade muito importante que a prefeitura de São Luís está oferecendo. Muitas vezes, temos vontade de fazer um curso, mas nos falta justamente essa oportunidade, ainda mais quando é totalmente gratuito como neste caso", salientou Márcio Correia.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© 2019 - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte