Encontro de raça

Bulldogs: uma das raças mais carinhosas e companheiras

Encontro de bulldogs, companheiros e dóceis, reuniu donos apaixonados pelos cães em fim de semana especial, com espaço para adoção de gatinhos, também

- Atualizada em 11/10/2022 às 12h23

[e-s001]Baixinhos, brincalhões e muito dóceis, além de ter aquela carinha amassada que os tornam ainda mais encantadores. Os bulldogs são do tipo que adoram um sofá, têm o temperamento calmo e, como a maioria dos cães, amam ficar perto dos donos. No último fim de semana, cerca de 30 animais da raça se reuniram em um encontro para lá de especial, tanto para os cãezinhos, quanto para as famílias humanas de cada um deles.

O encontro “aunimal” foi realizado no Pet Park do Rio Anil Shopping, em parceria com a loja especializada Terra Zoo. “Temos um espaço confortável e seguro para os cães. Por isso, sempre buscamos proporcionar momentos de interação como este”, contou Natália Zerbini, gerente de marketing do Rio Anil.

Em família, os bulldogs Jheniffer, Luna e Fred não perderam a oportunidade de se divertir com a turminha da mesma raça. “Aqui em São Luís, é muito difícil encontrar outros bulldogs. Por isso esse momento de interação entre cães da mesma raça é importante”, afirmou Lucas Mille, dono dos cães.

A bulldog Mary, de 1 ano e seis meses, também se preparou para o encontro e encantou a todos com adereços que a deixaram ainda mais graciosa. “A preparei para este evento. Fico muito feliz em ter um espaço como esse, gratuito e dentro de um shopping, em que eu consigo me divertir com ela e interagir com outros cães. Posso garantir que ela se divertiu bastante. E eu, também”, comentou Rafael Viegas.

Enquanto os cães brincavam, os donos assistiam atentamente à palestra do médico veterinário, David Costa, sobre a prevenção da Leishmaniose. “Aproveitamos o encontro para falar sobre as formas de prevenção da Leishmaniose. Só no ano passado, foram registrados 48 casos da doença em humanos. Nos animais, é quase impossível contabilizar pela grande quantidade de animais que vivem abandonados na rua”, frisou o especialista.

[e-s001]Feira de doação de gatos

Não é todo mundo que pode ter um cachorro em casa, pois esses animais, em geral, precisam de espaço para explorar, entre outros aspectos da criação que exigem mais dos donos. Por isso, nos últimos anos, também tem crescido a quantidade de famílias que adotam gatinhos de estimação.
Pensando nisso, a parceria da Terra Zoo, com o Rio Anil, também realiza, com frequência, feirinhas de adoção de bichanos, assim como voltou a ocorrer no shopping, também no último fim de semana. A ação “Adote um gatinho” possibilitou a adoção de 18 gatos, machos e fêmeas, de três ONGs diferentes.
Encantada com a fofura dos felinos, a estudante Poliana Almeida não perdeu a oportunidade de levar mais um membro para completar a família. “Eu amo gatos e realmente estava querendo adotar um, então essa chance é imperdível. Ainda vou pensar em um nome para o meu gatinho”, declarou entusiasmada a estudante.
Para uma das responsáveis pelo projeto Cães e Gatos de Rua, Lucilene Campos, garantir uma doação é possibilitar uma segunda chance aos animais. “Espaços como esses nos ajudam a encontrar um lar digno para os gatinhos. Todos os animais que trouxemos foram resgatados das ruas, de maus-tratos e abandono. Foram todos muito bem cuidados e agora estão apenas à espera de um lar com muito amor”, conta Lucilene.
No processo de adoção, algumas exigências precisaram ser cumpridas: ter mais de 18 anos, apresentar documento pessoal com foto e comprovante de residência. Além disso, os adotantes passaram por entrevistas para saber se têm condições de cuidar de um bichano.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.