Política | Previdência

Onyx, Tereza Cristina e Marcelo Álvaro são exonerados para votar reforma

Reforma já tramita em segundo turno na Câmara Federal; PEC será encaminhada ao Senado logo em seguida
06/08/2019 às 18h30
Onyx, Tereza Cristina e Marcelo Álvaro são exonerados para votar reformaDivulgação

BRASÍLIA - Os ministros da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, da Agricultura, Tereza Cristina, e do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, foram exonerados nesta terça-feira, temporariamente, para que voltem à Câmara como deputados federais e possam reforçar o placar favorável à reforma da Previdência na votação do segundo turno, que deve começar nesta terça-feira.

Os decretos que formalizam a licença dos ministros estão em edição extra do Diário Oficial da União (DOU) publicada nesta tarde. A mesma estratégia foi adotada pelos ministros no primeiro turno de votação da proposta. Depois de encerrados os trabalhos, os ministros devem retornar aos seus cargos no Executivo.

Mais cedo, em entrevista exclusiva ao Broadcast, sistema de notícias em tempo real do Grupo Estado, Onyx disse que também se licenciará para a votação do projeto de lei que trata da reestruturação e previdência dos militares. O PL deve ser pautado na Câmara assim que a reforma da Previdência for concluída na Casa.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte