Cidades | Turismo

Roteiro turístico de navegação no Rio Tocantins será reformulado pela Sedec

O objetivo é tornar Imperatriz uma referência de turismo e lazer no Maranhão; ação é da Superintendência de Turismo da Secretaria de Desenvolvimento Econômico
04/08/2019 às 09h45
Roteiro turístico de navegação no Rio Tocantins será reformulado pela SedecCom duração de cerca de duas horas e pelo menos cinco paradas no caminho, o trajeto está sujeito a alterações (Divulgação / Patrícia Araújo)

Imperatriz - Para elaborar um roteiro das possibilidades no turismo de navegação na área do Rio Tocantins, tendo em vista as riquezas e belezas naturais que ele oferece ao município, a Superintendência de Turismo da Secretaria de Desenvolvimento Econômico (Sedec), promoveu na manhã da última quinta-feira, um passeio de reconhecimento ao longo do rio. A iniciativa chamada 'Conheça o Rio Tocantins' faz parte da formulação de um guia para a exploração do rio de forma turística e sustentável. A ação pretende divulgar o material gráfico deste roteiro e de futuros guias city tour, em lugares estratégicos, como agências de viagem, rodoviária, aeroporto, hotéis e shoppings.

O Rio Tocantins tem 2.450 quilômetros de comprimento, é o segundo maior totalmente brasileiro e passa pelos estados do Goiás, Tocantins, Maranhão e Pará. Em Imperatriz, ele garante uma boa extensão de água doce, com diversas praias disponíveis para a população local e visitantes que chegam constantemente na cidade, principalmente no período de veraneio.

A turismóloga da superintendência de Turismo da Sedec, Lizandra Carvalho, frisou que o passeio foi o primeiro passo de catalogação dos potenciais atrativos a disposição no percurso do rio. “Nós pretendemos realizar um roteiro organizado, que será executado com embarcações adequadas e de forma consciente. A partir da divulgação do guia, as pessoas que visitam a nossa cidade poderão conhecer esse atrativo tão maravilhoso que é o nosso rio Tocantins”, explicou.

Polos turísticos
O Maranhão possui 10 polos turísticos e a cidade de Imperatriz está localizado no polo da Chapada das Mesas. De acordo com o Mapa do Turismo, produzido pelo Ministério do Turismo, há atualmente 328 regiões turísticas no Brasil, distribuídas em 3.285 municípios. Esse mapa em questão fundamenta a criação de políticas públicas e a destinação prioritária de recursos do órgão federal, com foco no desenvolvimento regional do setor. “O turismo tem uma característica muito importante, que é o efeito multiplicador. O turista começa se hospedando no hotel, vai comercializar dos empreendedores nas praias ao fazer o passeio de barco e, ainda vai querer levar uma lembrancinha da cidade na volta para casa. Tudo isso, gera renda para cadeia de pessoas envolvidas”, completou Lizandra.

Para o pescador de longa data, Gracimar Rodrigues, incentivar o turismo no rio Tocantins é uma forma de trazer mais recursos para quem tira seu sustento através dessas águas. Ele afirma que quanto mais atenção chamar para o rio, melhor será. “Acho bom isso de incentivar e trazer turistas para cá, o pessoal daqui precisa de outras formas de ganhar dinheiro e para mim quanto mais pessoas visitando é melhor”, contou. Contudo, ele acredita que todo o processo deve ser feito de forma cuidadosa, consciente e com medidas que respeitem o meio ambiente e a vida do rio.

Roteiro turístico Conheça o Rio Tocantins

O secretário da Sedec, Josivaldo Melo, acredita que a distribuição desse material gráfico atrairá de forma consistente, turistas da região, de outros Estados e até mesmo de outros países. A pasta tem trabalhado em conjunto com outras secretárias e com a Prefeitura no objetivo de tornar Imperatriz uma referência na questão do turismo de lazer no Maranhão. “Temos muito a oferecer, já existe aqui na cidade um turismo de negócios muito forte, mas nunca antes foi fomentado o turismo de lazer na nossa região. Estamos dando esse primeiro passo”, disse.

SAIBA MAIS


Com uma duração de cerca de duas horas e pelo menos cinco paradas no caminho, confira os primeiros pontos levantados durante o passeio e o trajeto traçado previamente:

1ª Praia do Cacau

É uma das praias mais famosas de Imperatriz, ponto de referência para a população local. Ela conta barracas padronizadas, serviços oferecidos pelos empreendedores que atuam no local e uma estrutura segura para os banhistas. Até durante os dias de semana há fluxo de pessoas que procuram a praia, pois o acesso até ela também pode ser feito por terra.

2ª Praia do Amor

Mais reservada, essa fica do outro lado e tem um menor fluxo de pessoas. Ela conta com serviços de empreendedores, tem estrutura apropriada e uma boa área para o banho.

3ª Praia do Maia

É uma grande extensão de areia na margem direita do rio Tocantins, o acesso até essa praia é apenas feito de barco. Não há nenhuma estrutura de barracas no local, o ambiente é isolado e permite um maior contato com natureza. É muito propicia para banho, tem cerca de 50 metros de águas rasas disponível.

4ª Praia do Urubu

Essa é a praia mais isolada em relação a Imperatriz, porém como o acesso também pode ser feito por terra, há um fluxo de pessoas que a procuram. Não há estrutura de barraca, mas a praia tem uma boa extensão de terra e os frequentadores a utilizam mais para a prática de esportes radicais.

5ª Pousada Lyon

Fica na Ilha da Serra Quebrada, é o último ponto de visitação para os turistas e funciona como um ponto de apoio, onde os visitantes poderão encontrar uma estrutura mais elaborada de suporte.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte