Cursos

Senai Maranhão forma mais de 120 alunos em cursos técnicos na capital

Novos profissionais conquistam diploma em seis cursos de habilitação técnica e contam como a instituição mudou a sua vida

- Atualizada em 11/10/2022 às 12h23
Fachada da unidade do Senai-MA, no Monte Castelo
Fachada da unidade do Senai-MA, no Monte Castelo (Senai)

Durante dois anos, Luana Carreira Silva, 23 anos, moradora do bairro Santa Clara, em São Luís, precisou acordar às 5h30 da manhã para não se atrasar para as aulas do curso Técnico em Segurança do Trabalho, realizado no Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai/MA). Para ela, o sonho de adentrar ao mercado de trabalho estava condicionado ao esforço diário, e desistir nunca foi uma opção. “Logo no começo do curso, eu não entendia muito bem, sentia dificuldade com o conteúdo, mas a vontade de querer ser alguém na vida me fez aprender e fui gostando. Já tinha ouvido falar muito bem do Senai, os instrutores são ótimos e isso me incentivou bastante”, conta.

Luana faz parte do grupo de 126 maranhenses que o Senai, entidade do Sistema Fiema, formou na noite da última terça-feira, 30, em São Luís, em seis cursos técnicos realizados nos Centros de Educação Profissional e Tecnológica do Distrito Industrial (no Tibiri) e Raimundo Franco Teixeira (no Monte Castelo).

No total, estudantes de sete turmas concluíram os cursos de: Técnico em Edificações, Técnico em Confeitaria, Técnico em Segurança do Trabalho (duas turmas), Técnico em Eletrotécnica, Técnico em Informática para Internet e Técnico em Rede de Computadores. Agora, com o “canudo” na mão e muita disposição, Luana comemora: “a intenção é continuar estudando e trabalhar na área. E não tenho dúvidas que, com o diploma do Senai, será bem mais fácil conseguir um emprego”.

Para o vice-presidente da Federação das Indústrias do Estado do Maranhão (Fiema), Celso Gonçalo, que abriu a solenidade de formatura, na Casa da Indústria Albano Franco, representando o presidente da Fiema e do Conselho do Senai, Edilson Baldez das Neves, a partir de agora, os novos profissionais estão prontos para disputar as vagas na indústria maranhense e do Brasil.

“O capital humano formado nas várias unidades do Senai instaladas em solo maranhense recebeu o melhor conhecimento, facilitador do acesso ao emprego demandado pelas cadeias produtivas e para o novo mundo da inovação que se anuncia. A inovação tem sido uma estratégia efetiva ao desenvolvimento, ao aumento da produtividade e da competitividade das indústrias”, reiterou o vice-presidente.

Já o diretor regional do Senai, Marco Antonio Moura da Silva, ressaltou a chegada da indústria 4.0, a importância do aperfeiçoamento contínuo dos novos profissionais frente à revolução tecnológica, e enfatizou a responsabilidade dos pais com a educação dos filhos. “Não adianta nós tolhermos o uso das tecnologias, nós precisamos disciplinar, precisamos mostrar para os nossos jovens, que somos responsáveis pela educação deles, e isso não pode ser feito fora da tecnologia”.

Compartilhando do mesmo sentimento, a doméstica Maria das Dores Santos Carvalho, 42, presenciou com muita emoção a formatura do filho Williame Carvalho Rocha, 21, no curso Técnico em Eletrotécnica. “Estou muito feliz pela conquista dele, muito orgulhosa. Hoje, ele já está empregado em uma indústria e é um bom menino, ajuda muito em casa. Só posso agradecer”.

Mais

Presenças

Também marcaram presença a conselheira do Senai, vice-presidente da Fiema e presidente do Sindvest, Ana Rute Mendonça; a presidente do Sindirepa, Leonor de Carvalho; a coordenadora de Educação Profissional, Tecnologia e Inovação, Scheherazade Bastos; e o gerente do Senai - CEPT Raimundo Franco Teixeira, Raimundo Arruda, além de instrutores da entidade e familiares dos alunos.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.