Cidades | ROTINA

Volta às aulas tende a conturbar trânsito na capital maranhense

Agentes de trânsito intensificarão ações, a fim de minimizar transtornos; avenidas onde há instituições de ensino receberão maior atenção da SMTT
MONALISA BENAVENUTO / O ESTADO01/08/2019
Volta às aulas tende a conturbar trânsito na capital maranhenseCom a volta às aulas, o trânsito tende a ficar mais conturbado, e os congestionamentos se formam nas vias (Biné Morais / O ESTADO)

O mês de agosto é o de vol­ta às aulas, fluxo mais intenso de veículos nas ruas e avenidas de São Luís e, consequentemente, congestionamentos e lentidão no trânsito, principalmente em vias próximas às instituições de ensino, o que requer maior atenção de pais e condutores de veículos escolares. A fim de reduzir desconfortos e evitar contratempos, agentes de trânsito reforçarão ações em áreas da cidade, como nas avenidas Jerônimo de Albuquerque, Daniel de La Touche e Colares Moreira, de acordo com o Canindé Barros, titular da Secretaria Municipal de Trânsito e Transportes (SMTT).

O período do dia é outro agravante e, entre as 7h e 8h, fim da manhã e início da noite, considerados horários de pico, o trânsito costuma ser ainda mais lento. As características comuns do período letivo agitam a rotina dos estudantes, pais, responsáveis e de toda a população, visto que é preciso se reprogramar para não ser prejudicado pelos congestionamentos. Visando reduzir os transtornos no trânsito, a SMTT intensificará suas atividades em toda a cidade, conforme esclareceu o titular do órgão, Canindé Barros, que destacou as estratégias adotadas para o período, como ações de conscientização e fiscalização.

“Existe um projeto de educação para o trânsito nas escolas, que orienta os pais sobre como proceder na porta das instituições para evitar congestionamentos, principalmente nas escolas que não planejaram seus estacionamentos. Na segunda-feira [5], inicia a fiscalização nas portas dos colégios nas vans escolares e no transporte urbano. Estamos fazendo fiscalização de limpeza nos coletivos, na saída das garagens, desde as 4h. Já fizemos, também, fiscalização em todos os ôni­bus com ar-condicionado, exigindo manutenção”, esclareceu.

Com a expansão da cidade, aumentam, também, as áreas que requerem maior atenção. Neste sentido, de acordo com o secretário, equipes atuarão de forma mais intensa. “Estaremos com agentes de trânsito nos pontos críticos para fazer fluir o trânsito, como já fazemos diariamente, mas priorizando ainda mais com a volta às aulas, em áreas onde as escolas estão instaladas nos corredores de transporte, como Jerônimo de Albuquerque, Daniel de La Touche e às margens da Avenida Colares Moreira”, explicou Barros.

Canindé Barros ressaltou, ainda, alguns comportamentos importantes que devem ser adotados pelos condutores para garantir que o trânsito transcorra com fluidez durante o período de aulas, dando enfoque aos trechos de travessia de pedestres. “É preciso ter muita atenção no seu deslocamento e evitar fila dupla nas portas da escola, o trecho onde está localizado o Colégio Militar é um exemplo. Lá há uma grande área de travessia de pedestres, onde já reforçamos a sinalização para manter maior segurança e já fizemos, inclusive, campanha de orientação nessa faixa e, com a volta às aulas, vamos reforçar”, destacou.

Segundo ele, o monitoramento eletrônico será uma das estratégias adotadas para possibilitar o deslocamento mais rápido dos agentes, em casos de colisões que exigem liberação das vias e atuação das equipes do Grupo Tático de Trânsito (GTT), setor vinculado à SMTT, que podem ser acionadas por meio dos telefones 3214-1149 e 98607-9807.

SAIBA MAIS

Programe-se para sair de casa mais cedo

Quanto mais próximo do horário de entrada e saída das escolas, maior o fluxo de veículos nas proximidades. Esteja pronto para partir mais cedo. Muitos pais têm que levar os filhos para a escola antes de seguir em frente para o trabalho e esquecem de ajustar novamente esse tempo a mais no trajeto.

Para quem não tem filhos, é indicado evitar as áreas próximas às escolas. Principalmente na época de volta às aulas, os agentes de trânsito aumentam a fiscalização e podem inclusive bloquear vias para tentar organizar o fluxo. O motorista desavisado pode acabar em uma fila indesejada.

Segurança em primeiro lugar

A pressa não é motivo para se esquecer da segurança. Antes de sair de casa, verifique se todos os passageiros do carro estão com cinto de segurança e se as crianças estão nos assentos adequados para o veículo particular.

– Crianças de até um ano devem ser transportadas no bebê conforto, com o assento voltado para o vidro traseiro;

– De um a quatro anos devem fazer as viagens na cadeirinha;

– Entre quatro e sete anos e meio, devem ser transportadas no assento de elevação;

– Entre sete anos e meio e 10 anos de idade, devem ficar no banco de trás com o cinto de segurança.
O descumprimento das regras de transporte de crianças, que está descrito no Código de Trânsito Brasileiro, pode resultar em penalidades e multas.

Atenção redobrada com os pedestres na volta às aulas

Não transite em alta velocidade próximo às áreas escolares. Nesses locais, o grande fluxo de pessoas exige maior atenção do motorista. Respeite as faixas de pedestres não parando sobre elas. Também fique atento aos sinais luminosos que auxiliam a travessia nas ruas.

Se você estacionou o carro e vai à porta da escola caminhando, lembre-se de andar com as crianças na parte interna da calçada. Se possível, sempre de mãos dadas, principalmente na hora de atravessar. A pressa também é inimiga do pedestre. Portanto, evite atravessar a rua correndo.

Marque um ponto de encontro

Se possível, arranje um ponto de encontro que seja mais afastado da porta das escolas, onde você possa aguardar seus filhos com o carro parado. Isso ajuda a desafogar os locais onde há maior quantidade de carros. Além disso, permite que as crianças entrem sem pressa e com maior segurança no veículo.

Evite parar no trânsito ou tentar andar em fila dupla nas ruas. O indicado é manter-se sempre em fila indiana. Outra saída ruim que as pessoas encontram quando não há vagas é parar sobre as calçadas, o que restringe o fluxo de pedestres e pode gerar penalidades se o condutor for pego.

Seja gentil com outros condutores e respeite as leis de trânsito

Em um ambiente que todos estão apressados com a volta às aulas, manter a calma é o melhor para não ter estresse e evitar acidentes. Por fim, a área escolar é geralmente bem sinalizada, com placas, faixas e, às vezes, até os fiscais de trânsito, por isso fique sempre atento com as placas e sinalizações.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte