PH | COLUNA SOCIAL

Pergentino Holanda

16/07/2019

A Lua e nós
Julho é mês de júbilo. Há 230 anos, a 14 de julho de 1789, a Queda da Bastilha marcou a Revolução Francesa, derrubou o feudalismo e iniciou a era atual. Em 1969, a 20 de julho, 50 anos atrás, o homem foi à Lua pela primeira vez, no mais admirável feito da história humana.
Mas o cinquentenário nos obriga a uma reflexão crítica sobre nosso comportamento e o uso da ciência. O que aprendemos e de que nos serviu conhecer a desolada Lua?
A ciência conheceu ainda mais o universo, mas não valorizamos a vida na Terra. Seguimos tratando o planeta com desprezo, como se a natureza não nos protegesse e o ser humano fosse indesejável intruso.

Para continuar aproveitando o conteúdo de O Estado faça seu login ou assine.

Já sou assinante

entrar

Ainda não sou assinante

assine agora

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© 2019 - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte