Polícia | Pedido

DPU quer pensão a família de mortos em chacinas de Coquilho

Pedido foi feito a Justiça Federal contra os autores do crime e os órgão envolvidos, como a Caixa e a Construtora, no caso ocorrido em janeiro
Ismael Araújo06/07/2019

SÃO LUÍS - A Defensoria Pública da União (DPU) solicitou ao Poder Judiciário uma pensão aos familiares dos mortos da chacina, ocorrida no dia 3 de janeiro deste ano, na área de construção de um condomínio do programa federal Minha Casa, Minha Vida, no Coquilho, zona rural da capital. As vítimas foram Joanderson da Silva Diniz, de 17 anos; Gildean Castro Silva, de 14 anos, e Gustavo Feitosa Monroe, de 18 anos.

Para continuar aproveitando o conteúdo de O Estado faça seu login ou assine.

Já sou assinante

entrar

Ainda não sou assinante

assine agora

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© 2019 - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte