O Mundo | Crise na Venezuela

Chile proíbe entrada de mais de cem venezuelanos ligados a Maduro

Presidente chileno decretou medido após divulgação de relatório da ONU sobre violações a direitos humanos na Venezuela
06/07/2019

SANTIAGO - O presidente chileno, Sebastián Piñera, anunciou, na sexta-feira,5, que proibirá o ingresso no Chile de mais de cem venezuelanos ligados ao governo de Nicolás Maduro. A decisão acontece um dia depois da divulgação do relatório da ONU sobre a situação de direitos humanos na Venezuela.

Para continuar aproveitando o conteúdo de O Estado faça seu login ou assine.

Já sou assinante

entrar

Ainda não sou assinante

assine agora

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© 2019 - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte