O Mundo | Sob ameaças

Capitã de navio humanitário se esconde após libertação na Itália

Ministro do Interior Matteo Salvini, que proibiu navios de resgate de aportarem no país, ataca decisão da Justiça de soltar Carola Rackete
04/07/2019

ALEMANHA - Detida brevemente por ter forçado a entrada de um navio de resgate humanitário em águas da Itália, a capitã alemã Carola Rackete teve que se esconder depois de ter sido solta pela Justiça do país europeu na terça-feira. Ela é alvo de ameaças por ter desafiado a proibição de desembarque determinada pelo ministro do Interior, Matteo Salvini, ao levar 42 migrantes que estavam a bordo da embarcação Sea-Watch 3 para a ilha de Lampedusa, no Mediterrâneo. Eles ficaram à deriva por 17 dias, sem que nenhum governo aceitasse recebê-los.

Para continuar aproveitando o conteúdo de O Estado faça seu login ou assine.

Já sou assinante

entrar

Ainda não sou assinante

assine agora

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© 2019 - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte