Política | Reforma no Governo

Dino anuncia mudanças e dá continuidade à reforma no Governo

Depois de completar seis meses no exercício do segundo mandato o comunista efetivou mudanças em algumas das principais pastas de Governo; ontem anunciou alterações na Cultura e no Iprev
Ronaldo Rocha da editoria de Política02/07/2019
Dino anuncia mudanças e dá continuidade à reforma no GovernoDiego Galdino deixou a Secretaria Estadual de Cultura e agora passa a comandar a Secretaria de Governo (Divulgação)

O governador Flávio Dino (PCdoB) deu continuidade ontem à reforma administrativa iniciada em fevereiro, logo após ele ter reassumido o Executivo para exercício de segundo mandato no Maranhão.

As mudanças anunciadas pelo comunista em seu perfil, em rede social, atingem o primeiro e o segundo escalões do Governo.
Dino exonerou Diego Galdino da Secretaria de Estado da Cultura - logo após encerradas as festas de São João -, e o efetivou na Secretaria de Governo. Para a pasta de Cultura, ele anunciou Anderson Lindoso, que até então atuava como adjunto da Secretaria de Estado da Educação. Lindoso era o auxiliar direto de Felipe Camarão.

Para a empresa Maranhão Parcerias, o chefe do Executivo anunciou Antônio Nunes, que já atuou como diretor-geral do Departamento Estadual de Trânsito (Detran) e secretário de Governo.

Já para o Instituto de Previdência dos Servidores do Estado do Maranhão (Iprev), Dino anunciou Mayco Pinheiro. “As mudanças vão na direção do nosso esforço permanente de dinamizar a gestão, valorizar talentos, fortalecer novos projetos e suprir necessidades que surgem. Todos são servidores que já integram nossa equipe e têm ótimo desempenho”, afirmou Flávio Di­no após anunciar as mudanças.

Reforma

Em fevereiro deste ano, um mês depois de reassumir a máquina administrativa, Flávio Dino efetivou as primeiras mudanças no primeiro escalão, para o exercício do segundo mandato.

Na ocasião, ele destacou o deputado federal Rubens Júnior (PCdoB) para a Secretaria de Estado das Cidades e Desenvolvimento Urbano, que era comandada por Flávia Alexandrina. A ex-titular de Cidades passou a comendar a Secretaria de Gestão e Previdência no lugar de Lilian Guimarães, que, por sua vez, passou a ser titular na Secretaria de Transparência e Controle.

Na mesma oportunidade, Dino informou à imprensa a permanência de Simplício Araújo (Solidariedade) na Secretaria de Indústria e Comércio.

Dois meses depois, em maio deste ano, o governador efetivou alterações nas estruturas da Fundação da Criança e do Adolescente (Funac) e da Fundação de Amparo à Pesquisa e ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico do Maranhão (Fapema) e anunciou mudanças no Procon - mas depois voltou atrás.

Para a presidência da Funac, foi nomeada Sorimar Sabóia e para o comando da Fapema, confirmado o nome de André Luís Santos. Elisângela Cardoso e Alex Oliveira, deixaram, respectivamente, as duas entidades.

Dino anunciou saída de Karen Barros, mas voltou atrás

Apesar de ter efetivado uma série de mudanças na estrutura do Executivo desde o início do ano, Flávio Dino (PCdoB) recuou de um dos anúncios e manteve na presidência do Instituto de Promoção e Defesa do Cidadão e Consumidor do Maranhão (Procon), Karen Barros.

Indicada do deputado estadual Duarte Júnior (PCdoB), Karen teve a sua exoneração anunciada por Dino em rede social, após o parlamentar provocar uma série de polêmicas no Legislativo estadual e atingir alguns dos principais líderes governo na Assembleia.

Na ocasião da medida, Flávio Dino anunciou o advogado Carlos Sérgio Barros para o lugar de Karen.
Ao mesmo tempo, Duarte Júnior registrou no Instagram uma “despedida” organizada por servidores do órgão e em homenagem a Karen.

Ela se despediu dos colegas, evitou exposição na imprensa e, cinco meses depois, permanece à frente do órgão. Isso depois de Carlos Sérgio repensar a proposta e de Dino recuar da decisão.

No perfil da instituição, no site do Procon, Karen segue como titular da entidade. Ela também continua realizando ações de fiscalização. Duarte, por sua vez, deixou de explorar a imagem do Procon.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© 2019 - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte