Cidades | Consulta prévia

Eleições para lista tríplice de reitor e vice-reitor da UFMA ocorrem hoje

Onze candidatos participam de forma independente do pleito; quatro concorrem à reitoria e sete à vice-reitoria; decisão final será tomada pelo Presidente da República, Jair Bolsonaro
MONALISA BENAVENUTO / O ESTADO26/06/2019
Eleições para lista tríplice de reitor e vice-reitor da UFMA ocorrem hojeEntrada da UFMA com cartazes de candidatos a reitor e vice-reitor (Paulo Soares / O Estado do MA)

SÃO LUÍS- As eleições para a lista tríplice de candidatos aos cargos de Reitor e Vice-reitor da Universidade Federal do Maranhão (UFMA) acontecem hoje (26), por meio da consulta prévia, que poderá contar com a participação de aproximadamente 30 mil votantes, entre alunos, professores e técnicos da instituição. No total, 11 candidatos participam de forma independente do pleito, sendo quatro concorrentes à reitoria e sete à vice-reitoria. A escolha definitiva dos nomes que estarão à frente da universidade durante o quadriênio 2019-2023 será feita pelo presidente da República, Jair Bolsonaro.

Embora sejam tratadas como eleições, o processo de escolha dos reitores de universidades mantidas pela União é classificado como consulta prévia à comunidade acadêmica. Neste ano, cerca de 30 mil pessoas, entre docentes, discentes e técnicos estão aptos a votar nas 33 seções instaladas nos campis da capital e continente (interior do estado) para a escolha de três concorrentes a cada um dos cargos para compor a lista de indicados pela UFMA.

A votação será feita em urnas convencionais, isto é, com cédulas de papel padronizadas em cores distintas para cada categoria de eleitores - sendo as de tarja vermelha para docentes, tarja amarela para técnico-administrativos e azul para discentes –, onde o eleitor deve assinalar com um “X” o nome de sua escolha para reitor e vice-reitor.

De acordo com Elisa Lago, presidente da Comissão Coordenadora da Consulta Prévia à Comunidade Universitária, cada categoria de votantes possui um peso distinto para a consulta. “Na forma da legislação pertinente, à categoria docente será atribuído o peso de 70% dos votos válidos (úteis mais brancos) e às categorias discente e técnico-administrativo, 15% cada uma”, esclareceu. Lago reiterou, ainda, que alunos e professores de todos os níveis, bem como servidores administrativos, poderão participar da consulta.

“Estão aptos a participar os servidores ativos, técnicos administrativos, docentes - inclusive os afastados -, professores visitantes e substitutos, discentes de graduação, de pós-graduação (mestrado e doutorado), do Programa de Avaliação da Rede Pública de Educação Básica (Proeb), do Programa de Apoio à Formação Superior em Licenciatura em Educação do Campo (Procampo), do Programa de Educação a Distância (EAD) e do Colégio Universitário (maiores de 16 anos)”, informou a presidente.

A votação acontece durante todo o dia, das 8h às 21h30, de forma simultânea e todos os campis e, para exercer o direito de participação, os eleitores devem apresentar documento de identificação oficial ou institucional com foto. “Para votar, o eleitor deverá apresentar, obrigatoriamente, documento de identificação válido com foto (RG, Carteira de Motorista, Passaporte, Carteira Profissional - CTPS ou Carteira de Profissão Regulamentada). Poderá ser aceito, também, o crachá de servidor e a carteira de estudante, desde que conste foto, nome, número de matrícula ou número de outro documento de identificação”, explicou.

Segurança
Para garantir a lisura do pleito, equipes de fiscais articuladas pelos candidatos acompanham todo o processo de votação. “Os fiscais têm por função, tão somente, fiscalizar as mesas receptoras/apuradas e, identificando algum indício de ato ou fato diferente do que está expresso nas normas, comunicar formalmente à comissão”, explicou Elisa Lago, e apontou, ainda, as orientações aos fiscais escolhidos. “O fiscal de um centro não deverá transitar em outro centro ou em outra unidade. A recomendação é que o fiscal vista a camisa na cor da campanha ou até mesmo com a foto do candidato; sendo obrigatório o uso do crachá que será distribuído pela comissão”.

Saiba Mais

Onde votar

No total, 33 seções foram instaladas e os eleitores devem dirigir-se aos locais de votação correspondente ao Centro ao qual pertence. Na capital, há espaços para votação em todos os Centros (Ciências Sociais – CCSo, Ciências Exatas e Tecnológicas – CCET, Ciências Humanas – CCH e Ciências Biológicas e da Saúde – CCBS), Colégio Universitário (COLUN), Paulo Freire, Castelão, CEB Velho, Odontologia, Faculdade de Medicina (antigo ILA), Fábrica Santa Amélia e no Hospital Universitário da UFMA (HUUFMA) – Unidade Presidente Dutra. No continente, as seções também foram montadas em todos os Centros (CCAA – Campus de Chapadinha, CCHNST – Campus de Pinheiro e CCSST – Campus de Imperatriz – Centro e Bom Jesus), e nos Campus de Bacabal, Balsas, Codó, Grajaú e São Bernardo.

Fique por Dentro

Os Candidatos

Reitoria

Natalino Salgado Filho possui graduação em Medicina pela Universidade Federal do Maranhão. Mestrado em Medicina-Nefrologia (1987) e doutorado em Medicina – Nefrologia pela Universidade Federal de São Paulo (1994), vice-presidente da Sociedade Brasileira de Nefrologia (2007-2008). Atualmente é professor titular da Universidade Federal do Maranhão.

Ridvan Nunes Fernandes possui graduação em Química Industrial pela Universidade Federal do Maranhão, mestrado em Ciência do Solo (Química do Solo) pela Universidade Federal do Ceará e doutorado em Ciências pelo Centro de Energia Nuclear na Agricultura-USP. Fez Pós-Doutorado na Universidade de Valência (ESP). É professor Titular da Universidade Federal do Maranhão.

Welbson do Vale Madeira é doutor em Desenvolvimento Socioambiental, pelo Núcleo de Altos Estudos Amazônicos (NAEA) da UFPA. Mestre em Economia-História Econômica pela Universidade Estadual Paulista (UNESP. 2003), Bacharel em Ciências Econômicas pela Universidade Federal do Maranhão (UFMA). É professor do Departamento de Economia e Coordenador do Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Socioeconômico (PPGDSE) da UFMA.

João de Deus Mendes da Silva possui doutorado em Matemática Aplicada pela Universidade Estadual de Campinas-UNICAMP (2005), mestrado na área de Computação Gráfica pela UFMA (2000) e, atualmente, é Professor Associado III do Departamento de Matemátia da UFMA e dirige a Pró-reitoria de Planejamento (PROPLAN) desde 2018. Foi Pró-reitor de Assistência Estudantil (PROAES) da UFMA de 2015 a 2018.

Vice-reitoria

Walter Cezar Nunes é Doutor em Informática na Educação pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul, desenvolve pesquisas na área de Neuroempreendedorismo, onde trabalha com o Mapeamento Cognitivo Cerebral em cérebros de empreendedores estabelecidos; Mestre em Relações Internacionais pela Universidade Federal de Pernambuco, com Especialização em Finanças pela Universidade do Distrito Federal; Graduado em Administração pela Pontifícia Universidade Católica de Brasília; Especialista em Mercado de Capitais pela Fundação Getúlio Vargas/RJ. Atualmente é professor adjunto da Universidade Federal do Maranhão.

Antônio José Silva Oliveira é graduado em Física pela UFMA, Especialista em Engenharia e Ciências de Materiais pela UFSCar, Mestre em Física da Matéria Condensada pela Universidade Federal do Ceará e Doutor em Ciência na área de Física Atômica e molecular pela Universidade Estadual de Campinas – UNICAMP. Professor Titular do Departamento de Física da Universidade Federal do Maranhão.

José Eduardo Batista possui graduação em Farmácia Bioquimica pela Universidade Federal do Maranhão (1972) e Mestrado em Ciências da Saúde pela Universidade Federal do Maranhão (2004), Doutor em Medicina Tropical e Saúde Pública (DINTER) pela Universidade Federal de Góias (2014). Atualmente exerce a função de Chefe do Departamento de Patologia/UFMA.

Allan Kardec Duailibe Barros Filho possui graduação em Engenharia Elétrica pela Universidade Federal do Maranhão (1991), mestrado em Inforrnation Engineering — Toyohashi University of Technology (1995) e doutorado em Information Engineering pela Universidade de Nagoya (1998). Tem pós-doutorado pelo RIKEN (The Institute of Physics and Chemistry), Japão. Atualmente é professor associado da Universidade Federal do Maranhão. Ex-diretor da Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis.

Luciano da Silva Façanha é Bacharel em Direito pela Universidade Cidade de São Paulo e licenciado em Filosofia pela Universidade Federal do Maranhão. Mestre e Doutor em Filosofia pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo. É Pós-Doutor em Filosofia pela PUC-SP. Atualmente, Bolsista de estímulo a produtividade em pesquisa FAPEMA (Doutor Sênior edital n° 007/2018). É Professor Associado do Departamento de Filosofia, subunidade do Centro de Ciências Humanas desde 2006, e Professor permanente do Programa de Pós-Graduação: Mestrado em Cultura e Sociedade da UFMA.

Wener Miranda Teixeira dos Santos é Doutor em Engenharia Química pela Universidade Federal de Campina Grande (UFCG). Área: desenvolvimento de processos quimicos (Recursos naturais e meio ambiente). Mestrado em Engenharia Química pela Universidade Federal de Campina Grande. Graduação em Engenharia de Materiais pela Universidade Federal da Paraíba (UFPB). Experiência: ARCADISlogos – Coordenador de planejamento; Consórcio de Alumínio do Maranhão: Engenharia de projetos (Capex) e processo (Redução e Refinaria); Poyry Tecnologia – Lider de Projetos; Acumuladores Moura S.A. - Engenheiro de processo (Metalurgia e termoplasticos); Associação Brasileira de Metalurgia e Materiais – vice-diretor regional Maranhão – Pará. Atualmente é Professor Adjunto do curso Bacharelado Interdisciplinar Ciência e Tecnologia (BICT) e Professor permanente no programa de pós-graduação Design (UFMA).

Marcos Fabio Belo Matos é Licenciado em Língua Portuguesa pelo Centro Federal de Educação Tecnológica do Maranhão (1997), bacharel em Comunicação Social/ Jornalismo pela Universidade Federal do Maranhão (1997), especialista em Língua Portuguesa pela Faculdade Atenas Maranhense (2004), mestre em Comunicação e Cultura pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (2000), doutor em Linguística e Língua Portuguesa pela UNESP/Campus de Araraquara (2010) e pós-doutor em Comunicação pela Universidade do Vale do Rio dos Sinos (Unisinos). Atualmente é professor adjunto IV dos Cursos de Jornalismo e Pedagogia da UFMA, campus de Imperatriz (CCSST).

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© 2019 - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte