Política | Blindagem

Barrada convocação de presidente da Caema na Assembleia Legislativa

Requerimento de autoria do deputado Adriano Sarney (PV) contou com apenas cinco votos favoráveis; 20 deputados governistas votaram contra
Gilberto Léda/Da Editoria de Política19/06/2019

A base aliada rejeitou on­tem requerimento de autoria do deputado estadual Adriano Sarney (PV) e barrou a convocação do presidente da Companhia de Saneamento Ambiental do Maranhão (Caema), Carlos Rogério, para esclarecer à Assembleia Legislativa o recente caso de falta d’água em São Luís.
A capital passou quatro dias sem abastecimento, após mais um rompimento da adutora do Italuís na BR-135. E, apesar das notas da Caema sobre normalização no abastecimento, ainda existem bairros com problemas de falta d’água.
Dos 25 deputados presentes, apenas cinco votaram pela convocação do gestor. Todos os demais blindaram o aliado governista.
Além de Adriano, os deputados César Pires (PV) e Wellington do Curso (PSDB) manifestaram-se na tribuna contra a decisão da maioria. Arnaldo Melo (MDB) e Neto Evangelista (DEM) também votaram a favor do requerimento, mas acabaram derrotados.
Ao encaminhar pela rejeição do pedido, o deputado Yglésio Moyses (PDT) disse que tratava-se de um “espetáculo” a tentativa de levar Carlos Rogério a prestar esclarecimentos em plenário. Segundo ele, em outro momento o presidente da Caema será convidado a esclarecer o caso na Comissão de Saúde da Casa.
Autor do pedido de convocação, o deputado Adriano Sarney (PV) protestou contra a rejeição do seu requerimento. “Nosso pedido foi muito simples: prestar informação. A população não sabe se a nova Italuís está funcionando, se a velha está quebrada, o que ocorreu. Tem bairro que está há 20 dias com falta d’água”, declarou.
Na sequência, ele acabou conseguindo, via Mesa Diretora, a aprovação de um segundo requerimen­to, com pedido de informações da Caema sobre a situação.

Para continuar aproveitando o conteúdo de O Estado faça seu login ou assine.

Já sou assinante

entrar

Ainda não sou assinante

assine agora

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© 2019 - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte