História

Espiritualidade, cultura e tradição na Festa do Divino, em Alcântara

Neste fim de semana muitas pessoas viajaram para a cidade histórica para acompanhar o evento; no domingo aconteceu a missa solene na Igreja do Carmo e visita do Império às casas dos mordomos

- Atualizada em 11/10/2022 às 12h24
Cortejo dos mordomos, acompanhado pelas tradicionais caixeiras, segue pelas ruas históricas de Alcântara
Cortejo dos mordomos, acompanhado pelas tradicionais caixeiras, segue pelas ruas históricas de Alcântara (Divino)

Alcântara - A magia, a beleza e o encanto continuam presentes na tradicional Festa do Divino na histórica cidade de Alcântara, que no último fim de semana recebeu um grande público para as comemorações ao Imperador. Ontem (2), conhecido como Domingo do Meio, ocorreu missa solene na Igreja do Carmo - completamente lotada, seguida da visita do Império às casas dos mordomos, com toda simbologia dos toques de caixas e cânticos de louvor em saudação a corte real, tendo à frente o Imperador Murilo César Ferreira.

Pelas ruas seculares da cidade, dezenas de pessoas integravam um animado cortejo sob o contagiante toque das caixeiras, acompanhadas por uma animada banda. Os instrumentos de sopro davam o tom festivo ao evento.

A Festa do Divino continua a mesma, amparada pelo idealismo do povo simples do município, que faz questão de manter o evento. " Alcântara não existe sem o Divino e a festa é a nossa tradição maior", disse Maria dos Anjos, 67 anos, empolgada acompanhando o cortejo às 10h30 depois da missa.
Ontem, o cortejo dos mordomos mostrou que a festa ainda é capaz de emocionar muitos. " Passo o ano todo esperando pelo festejo, é a minha vida" afirmou, animada, Raimunda Santos, uma das caixeiras no cortejo.

Cláudio Santos Barbosa, engenheiro paulista e radicado em São Luís há dois anos, disse que já tinha ouvido falar da festa. "É muito emocionante", resumiu a sua empolgação sobre a festa, na companhia da esposa e dos filhos.

Quem também destacou a beleza da festa foi Sandra Gonçalves, jornalista cearense. "Tudo muito bonito. Gostei do cortejo, alegre e emocionante", disse ela, enquanto registrava o evento em vídeo.

Alheio às informações que Alcântara em breve poderá receber americanos para exploração da base de lançamento de foguetes, instalada no município, o senhor Tácito Silva, comerciante, não se empolga. “A cidade está bem do jeito que está. Se vier um dinheirinho dos gringos é bom também, né?".

PROGRAMAÇÃO
O festejo do Divino prossegue esta semana, se encerrando no domingo(9). A partir de hoje - até quinta-feira (6), haverá ladainha na Igreja Nossa Senhora do Carmo e visitas de mordomos ao Império. Na sexta-feira (7), acontecerá a subida do boi; ladainha; e visitas de mordomos; no sábado (8), será realizada a distribuição de esmolas com cestas básicas aos idosos. No domingo de Pentecostes, está prevista missa na Igreja do Carmo; procissão do Divino Espírito Santo e leitura do pelouro. Na segunda-feira (10), ocorrerá a entrega dos postos aos novos festeiros

Festa do Divino

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.