Esporte | De saída!

Após "fritura", Abel Braga não é mais o treinador do Flamengo

Treinador pediu para sair alegando que estava vivendo um clima de "fritura" por parte de alguns dirigentes
Gazetapress29/05/2019 às 16h17
Após "fritura", Abel Braga não é mais o treinador do Flamengo Abel Braga dirigiu o Flamengo em 32 partidas este ano, conquistando 19 vitórias, oito empates e sofrendo apenas cinco derrotas (Divulgação)

Rio de Janeiro - O técnico Abel Braga não é mais o técnico do Flamengo. O treinador não vinha suportando a pressão que vinha enfrentando e entendeu que estava vivendo um clima de "fritura" por parte de alguns dirigentes. O estopim foi a reação da diretoria à decisão do treinador escalar reservas na partida do próximo sábado, às 16h(de Brasília), contra o Fortaleza no Estádio Nilton Santos, no Rio de Janeiro (RJ), na abertura da sétima rodada do Campeonato Brasileiro. O treinador tomou esta decisão de olho no choque de volta pelas oitavas de final da Copa do Brasil, previsto para a terça-feira da próxima semana. Abel Braga comunicou à diretoria sua demissão, e já não comanda a equipe no sábado.

A diretoria do Flamengo foi pega de surpresa com esta situação. Ela tratava a saída de Abel Braga como natural, porém, esperava fazer a troca durante a paralisação das competições nacionais para a disputa da Copa América, em Junho, no Brasil. Até que isso aconteça o time carioca, além dos jogos contra Fortaleza e Corinthians, terá o clássico com o Fluminense e o duelo com o CSA, ambos pelo Brasileirão.

Abel Braga dirigiu o Flamengo em 32 partidas este ano, conquistando 19 vitórias, oito empates e sofrendo apenas cinco derrotas. O time marcou 59 gols e sofreu 19. Ele conquistou o Campeonato Carioca e conseguiu classificar o time para as oitavas de final da Copa Libertadores. Provavelmente já sem Abel Braga dirigindo o time, o elenco flamenguista volta aos treinos nesta quinta-feira pela manhã, em mais um dia de preparação para o duelo contra o Fortaleza.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© 2019 - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte