Esporte | Vale quase 2 Arrascaetas!

Maranhense pode ser negociado em transação milionária na Europa

Dyego Sousa, que joga em Portugal, pode ser negociado por mais de R$ 116 mi, quase o dobro da maior contratação da história do futebol brasileiro
Eduardo Lindoso / O Estado14/05/2019
Maranhense pode ser negociado em transação milionária na Europa Dyego Sousa em atividade pelo equipe do Braga (Ivo Carvalho / Sportonstage)

SÃO LUÍS - O maranhense Dyego Sou­sa pode ser envolvido em transação milionária no futebol português. O atacante do Braga, naturalizado português, é um dos artilheiros na temporada portuguesa e passou a ser cobiçado pelos dois maiores clubes do país. As boas atuações pelo Braga valorizaram o atleta, que, segundo o jornal português A Bola, virou alvo de uma disputa entre Benfica e Porto, as duas equipas mais ricas do futebol luso. Segundo a publicação, o time da capital teria oferecido 15 milhões de euros pelo passe de Dyego, no entanto, os Dragões entram na briga e podem pagar até 26 milhões de euros pelo atacante, que teve sua multa rescisória aumentada após uma renovação de contrato.

Caso seja mesmo comprado por esta bagatela mencionada pela imprensa de Portugal, Dyego Sousa, que tem 29 anos, pode ser negociado por um valor quase duas vezes maior do que a maior contratação da história do futebol brasileiro. O uruguaio Arrascaeta foi comprado pelo Flamengo, no início desta temporada, por 13 milhões de euros (cerca de R$ 63,7 milhões). E Dyego pode se transferir para o Porto por 26 milhões de euros (R$116.480.000), na cotação do Euro de ontem (13).

Segundo A Bola, o atacante está muito feliz com a possibilidade de se transferir para o Porto. A Liga Portuguesa chegou à sua 33ª rodada neste fim de semana e, faltando apenas uma jornada para o fim, o Braga, time de Dyego Sousa, ocupa a 4ª colocação. Na sua segunda temporada pelos Guerreiros do Minho, Dyego fez 40 jogos e 19 gols, o que lhe credencia como um dos goleadores da equipe.

De São Luís para o mundo

Dyego Sousa nasceu em São Luís e começou sua carreira nas categorias de base do Moto Club, time da capital. Logo após uma rápida passagem pela base do Palmeiras, ele estreou como profissional pelo Pa­pão, onde fez 10 jogos e dois gols. Em seguida, foi para o Andraus, do Paraná. De lá, seguiu para o Operário Ferroviário, por empréstimo, mas não chegou a entrar em cam­po por esta equipe.

Na temporada de 2010/11, no Leixões, de Portugal, o maranhense teve sua primeira oportunidade no futebol de Portugal. Ele entrou em campo 15 vezes e anotou três gols. Em 2012, o Interclube (Angola) pagou 150 mil euros pelo atleta, mas ele não chegou a atuar no futebol angolano. Em seguida, Dyego voltou para Portugal na temporada de 2012/13 para vestir as cores do Tondela. Lá, marcou quatro gols, em 30 jogos. Um ano depois, transferiu-se para o Portimonense, no qual anotou sete tentos, em 31 partidas.

Em 2014/15, começou a defender o Marítimo e ficou lá por mais três anos, até 2016/17. Atuou em 80 partidas e fez 25 gols. Por último, foi para o Braga, por onde já tem 40 jogos.

Parceria com Cristiano Ronaldo

Destaque do Braga e vice-artilheiro do Campeonato Português, com 14 gols, à época, o atacante maranhen­se Dyego Sousa viveu um momento especial no mês de março deste ano. Ele foi convocado para defender Portugal nas Eliminatórias da Eurocopa de 2020.

Após ser chamado por Fernan­do Santos, Dyego Sousa defendeu Portugal nas partidas contra Ucrânia e Sérvia e terá a chance de formar dupla de ataque com Cristiano Ronaldo, eleito cinco vezes o melhor jogador do mundo pela Fifa.
“Vou jogar com o homem. É um sonho que se realiza, porque sou fã há muito tempo. São muitas feras nesse grupo, mas vou brigar pelo meu espaço. Não quero parar por aqui", disse à época.

Apesar de já estar há uma década em solo europeu, Dyego concluiu o processo de naturalização apenas em 2017, mesmo ano, por sinal, em que acertou sua transferência ao Braga. l

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© 2019 - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte