Política | Blindou

Assembleia barra pedido de informações para a Educação

Requerimento foi formulado pelo deputado Wellington do Curso; Mesa Diretora da Casa já havia rejeitado o pedido
Ronaldo Rocha da editoria de Política10/05/2019

A base governista barrou, na Assembleia Legislativa, o Requerimento nº 250/2019, de autoria do deputado estadual Wellington do Curso (PSDB), que pedia informações ao secretário de Estado da Educação, Felipe Camarão, sobre atraso de salários de professores do programa ProJovem.
O requerimento foi apresentado originalmente à Mesa Diretora da Casa, mas acabou rejeitado numa primeira votação. Wellington recorreu ontem ao Plenário e cobrou dos colegas um posicionamento em busca da transparência na Educação. Apesar disso, o pedido foi vetado pela base governista, que blindou Felipe Camarão.
Ao encaminhar a proposta na tribuna da Casa, o tucano justificou o requerimento com o argumento de que o atraso nos salários dos professores do ProJovem já se estende há 4 meses. Ele disse que os educadores recorrem à Assembleia Legislativa em busca de respostas e afirmou que o atraso nos salários tira a dignidade do profissional que se dedica à educação no estado.
“Mais uma vez vou tratar do tema chamado transparência, falta de transparência no Governo do Estado do Maranhão. Falta de transparência. […] Já solicitamos várias vezes informações, e essas informações não chegam à população, não chegam ao gabinete do deputado Wellington, não chegam à Assembleia Legislativa do Estado do Maranhão”, pontuou.

Para continuar aproveitando o conteúdo de O Estado faça seu login ou assine.

Já sou assinante

entrar

Ainda não sou assinante

assine agora

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© 2019 - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte