Polícia | Facção

Polícia prende membro do Tribunal do Crime por tortura de criança

Lucas de Sousa Araújo e seu comparsa estavam com prisão decretada pelo crime de sequestro e tortura de uma criança na cidade de Timon
Ismael Araújo09/05/2019
Polícia prende membro do Tribunal do Crime por  tortura de criança    Lucas de Sousa Araújo membro do Tribunal do Crime (Divulgação)

TIMON - Um dos integrantes do “Tribunal do Crime”, Lucas de Sousa Araújo, foi preso ontem em cumprimento de uma ordem judicial, em Timon. Segundo a polícia, ele e Francisco Rodrigues Andrade, o Lorin, são acusados de terem sequestrado e torturado uma criança, de 10 anos, em setembro do ano passado, nessa cidade.

O caso foi investigado pela pela Polícia Civil que identificou Lucas de Sousa como um dos autores do crime. Ele foi localizado no residencial Cocais e apresentado na Delegacia Regional de Timon. Segundo a polícia, a dupla criminosa teria chicoteado a criança para que falasse onde estaria uma motocicleta roubada. A vítima foi encontrada com vários hematomas em um cativeiro.

Preventiva

O delegado regional de Codó, Rômulo Vasconcelos, declarou que o Poder Judiciário já decretou a prisão preventiva de Marina Paixão Salazar, que é acusada de assassinar e esconder o corpo do ex-companheiro, Antônio Francisco Guimarães de Pinho, o Preto Rocha, de 35 anos. Ele está desaparecido desde o dia 1º de março deste ano.

Ainda segundo o delegado, as investigações constataram que Marina Paixão mudou várias vezes a versão sobre o sumiço da vítima. Ela é suspeita de ter vendido até mesmo a motocicleta do ex-companheiro. “A polícia acredita que ela matou o companheiro após uma briga entre eles e escondido o corpo com a ajuda de outra pessoa”, disse o delegado.

Foragido

Ainda na cidade de Caxias, foi preso João Átila Vieira foragido do Distrito Federal. O delegado Jair Paiva informou que o detido é condenado pelos crimes de feminicídio e tentativa de homicídio em Brasília com as respectivas penas de 12 anos e quatro anos de reclusão em regime fechado. O criminoso foi levado para Unidade Prisional de Ressocialização de Caxias até a sua transferência para o Distrito Federal.

Já na cidade de Raposa, na Região Metropolitana, foi preso João Marcos Silva Vieira, de 23 anos, acusado de estupro de vulnerável. A vítima é uma adolescente, de 13 anos, que segundo o delegado Marconi Caldas, teria conhecido o acusado por meio da rede social.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© 2019 - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte