Cidades | DIA DAS MÃES

Domingo também será marcado por homenagens em cemitérios

Famílias se preparam para tradicionais visitas do Dia das Mães em cemitérios da cidade; Complexo Jardim da Paz, na Estrada de Ribamar, realizará programação especial dedicada às mães
Monalisa Benavenuto / O Estado09/05/2019
Domingo também será marcado por homenagens em cemitérios Cemitério do Gavião, no Centro, está sendo limpo e preparado para as homenagens do Dia das Mães (Paulo Soares / O Estado)

A cada segundo domingo de maio, quando se comemora o Dia das Mães, famílias mantêm hábitos dedicados à celebração. Almoços caseiros ou em restaurantes, passeios na praia, shopping, entre outros, são opções para garantir o divertimento de mães e filhos neste domingo (12). No entanto, para aqueles que não mais possuem a figura materna por perto, a data representa um momento de homenagens em celebrações repletas de emoção, sobretudo a saudade. Cemitérios da cidade se preparam para as visitas do Dia das Mães com programação especial dedicada a elas.

Devido à emoção da data, muitas famílias optam por visitas antecipadas aos cemitérios, conforme destacou a diretora-geral dos cemitérios públicos de São Luís, Maria Helena Estrela. “As visitas do Dia das Mães costumam começar nos primeiros dias da semana que antecede a data, limpam os jazigos da família, acendem suas velas, trazem flores e preferem não comparecer na data mesmo, por causa da emoção. O domingo das mães tende a ser tranquilo e a gente sempre espera que seja um dia abençoado, tanto para as mães que já se foram, quanto àquelas que aqui estão”, explicou.

A aposentada Letícia Andrade está entre aqueles que antecipam a visita. Há 15 anos ela cumpre um ritual inadiável: levar flores ao túmulo de sua mãe, no Cemitério do Gavião, no centro de São Luís. Compromisso que realizou na manhã de ontem, em busca de tranquilidade para orar e, de alguma forma, conversar com a mãe. “Na verdade, eu venho com muita frequência visitar a sepultura da minha mãe, mas o Dia das Mães é de reverência e não podemos deixar passar. Sempre gosto de me sentir próxima a ela, contar coisas da minha vida, orar e, por isso, prefiro os dias que antecedem a data, porque são mais tranquilos”, ressaltou.

Além de orações, no Dia das Mães os visitantes costumam levar flores, acender velas em homenagem a suas mães, assim como a família do policial militar Davi Ferreira. Neste ano, eles se programaram para realizar um café da manhã no Cemitério Jardim da Paz, onde sua mãe foi sepultada. Para ele, a tradição da visita, realizada em diversos momentos ao longo do ano, é uma forma de sentir-se próximo à mãe e manter sua memória viva, principalmente para os mais novos.

“Eu e meus irmãos, acompanhados dos nossos filhos, primos e demais familiares que conviveram com a minha mãe, buscamos visitá-la sempre que possível, principalmente nessas datas especiais. É uma forma que encontramos de nos sentirmos ainda mais próximo a ela, estando ali, onde seus restos mortais descansam. Para este ano, estamos nos organizando para tomarmos café da manhã com a ela, com a família reunida, como ela sempre gostou que nos mantivéssemos”, ressaltou Ferreira.

Para que a data seja ainda mais especial, o Complexo Jardim da Paz, na Estrada de Ribamar, preparou uma programação especial dedicada ao Dia das Mães. Três missas serão celebradas às 7h30, 9h30 e 16h30. Músicos dedicarão canções às mães na Praça Silvino de Oliveira Goulart ao final de cada missa. Às 9h e às 17h, serão apresentadas homenagens, entre elas um cantor infantil e pregação de um representante da igreja evangélica.

A Secretaria de Segurança Pública do Maranhão (SSP-MA) informou, em nota, que a Polícia Militar intensificará as rondas nas proximidades dos cemitérios durante o domingo (12), em que será comemorado o Dia das Mães.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© 2019 - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte