Política | Corrupção

Núbia Dutra é alvo de ação do MP em Paço do Lumiar

Primeira-dama e secretária de Planejamento do município foi alvo de ação de busca e apreensão pelo Gaeco e Seccor, a pedido do Ministério Público
08/05/2019

A primeira-dama e secretária de Planejamento do município de Paço do Lumiar, Núbia Dutra, foi al­vo de uma operação de busca e apreensão realizada ontem pelo Grupo de Atuação Especial de Combate às Organizações Criminosas (Gaeco) com o apoio da Superintendência Estadual de Prevenção e Combate à Corrupção (Seccor), da Polícia Civil, e da 1ª Promotoria de Justiça de Paço.
De acordo com as investigações, o município de Paço do Lumiar cometeu irregularidades na contratação de serviços de limpeza e higienização diária, asseio e conservação de áreas internas e externas nas instalações físicas e mobiliárias, roçagem, com fornecimento de mão de obra, materiais e equipamentos. A contratação da empresa Araújo & Matos Serviços e Comércio LTDA - ME (Liberty Serviços e Comércio), que ocorreu por meio de adesão à Ata de Registro de Preços, foi destacada na operação.
Pelas investigações, a empresa anteriormente contratada para prestar serviços gerais à Prefeitura de Paço do Lumiar foi o Instituto Bem Brasil, ao custo de R$ 5,4 milhões. Mas o contrato foi rescindido e, mesmo assim, vários contratados continuaram trabalhando.
O Ministério Público também constatou que parte dos salários pagos pelo município de Paço estava abaixo do valor discriminado nos contratos. Outros contratados também não receberam o pagamento.
Os investigadores verificaram que os terceirizados não possuíam vínculo real com o Instituto Bem Brasil, nem com a Liberty Serviços e Comércio. Eles estavam, de fato, ligados ao controle de Núbia Dutra.
Na operação de ontem, o MP e a Polícia Civil realizaram a apreensão de diversos documentos, computadores, telefones celulares e outras mídias eletrônicas.

Para continuar aproveitando o conteúdo de O Estado faça seu login ou assine.

Já sou assinante

entrar

Ainda não sou assinante

assine agora

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© 2019 - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte