Política

Paulo Guedes irá amanhã à Comissão da Reforma da Previdência, diz relator

Informação é do deputado federal Samuel Moreira
07/05/2019 às 17h51
Paulo Guedes irá amanhã à Comissão da Reforma da Previdência, diz relatorReprodução

O relator na comissão especial na Câmara da Reforma da Previdência, deputado Samuel Moreira (PSDB-SP), disse nesta terça-feira (7) que o ministro da Economia, Paulo Guedes, será ouvido pelo colegiado nesta quarta-feira (8).

O convite ao ministro foi aprovado pela comissão na tarde desta terça (7). Ele irá participar da primeira de uma série de audiências públicas que a comissão vai realizar para debater a proposta, considerada pelo governo como a principal medida para recuperar as contas públicas do país.

O secretário especial de Previdência Social, Rogério Marinho, também deverá estar presente. Os nomes foram confirmados após uma reunião entre os coordenadores das bancadas partidárias.

Os deputados da comissão especial aprovaram ainda 129 requerimentos de audiência pública com a equipe econômica, especialistas e representantes de categorias de trabalhadores. Foram analisados também requerimentos de informações, com pedidos de dados sobre o impacto da proposta.

Para o presidente da comissão, deputado Marcelo Ramos (PR-AM), a presença do ministro logo no início dos trabalhos da comissão ajudará a "nivelar" os debates, uma vez que ele é o principal interlocutor do governo em relação a essa matéria.

"Eu acredito que seja bom. Na CCJ [Comissão de Constituição e Justiça], o maior apelo da oposição era a vinda do ministro Paulo Guedes e a apresentação dos números. Nós vamos começar nivelando o debate com a presença do principal interlocutor desta matéria junto ao governo, que é o Paulo Guedes, e com a apresentação detalhada dos números, demonstrando que o objetivo da comissão é dar transparência", disse.

Tramitação
A proposta de emenda à Constituição (PEC), que mexe nas regras de aposentadoria, já foi aprovada pela CCJ, onde foram retirados quatro pontos do texto enviado pelo Executivo.

Agora, tramita na comissão especial, que terá prazo de até 40 sessões do plenário para discutir e aprovar um parecer.

Informações do Portal G1

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© 2019 - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte