Política | Visita

Ministra de Jair Bolsonaro confirma visita ao Maranhão

Titular da Agricultura do Governo Federal, Tereza Cristina, estará na abertura da AgroBalsas no dia 20 deste mês; presidente da República foi convidado a participar do evento, mas ainda não confirmou presença
Thiago Bastos/da Editora de Política07/05/2019
Ministra de Jair Bolsonaro confirma visita ao MaranhãoDeputados Gildenamyr, Edilázio Júnior e Aluisio Mendes tiveram a confirmação da visita de Bolsonaro ao MA (Divulgação)

A ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento do Governo Federal, Tereza Cristina, estará no Maranhão no próximo dia 20 para participar da abertura da AgroBalsas, um dos maiores eventos do setor no Norte-Nordeste do país. Até o momento, o presidente da República, Jair Bolsonaro (PSL), e o seu vice, general Hamilton Mourão (PRTB), não confirmaram presença.
Tanto o chefe do Executivo quan­to o vice foram convidados. No entanto, seus deslocamentos para o Estado ainda são incertos. A O Estado, o coordenador da bancada do Maranhão no Congresso Nacional, deputado federal Juscelino Filho (DEM), disse que a definição sobre a vinda do presidente deverá ocorrer nos próximos dias.
“Não tem nada confirmado. O presidente [Bolsonaro] foi convidado para vir ao Maranhão e ir à AgroBalsas, mas ainda não confirmou”, disse.
Com a confirmação por ora apenas de Tereza Cristina, esta será a terceira visita oficial de um ministro do governo Bolsonaro ao estado em pouco mais de dois me­ses. Em março, o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Freitas, vistoriou as condições da rodovia BR-135, em especial nos trechos du­plicados. À época, a agenda foi prestigiada pela maioria dos membros da bancada maranhense em Brasília.

Agendas
No dia 14 do mês passado, o ministro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, Marcos Pontes, esteve em Alcântara para explicar o Acordo de Salvaguardas Tecnológicas (AST) do Brsil com o governo norte-americano. Ele também cumpriu agenda em São Luís.
Mesmo sob incerteza, na programação oficial da AgroBalsas 2019 constam na lista de convidados os nomes de Jair Bolsonaro e Hamilton Mourão. Além de Balsas, a agenda do Executivo do Estado também deve incluir visita às cidades do interior que deram larga margem de votos para Bolsonaro nas eleições do ano passado, dentre elas, São Pedro dos Crentes.
A possível estadia do presidente da República no Maranhão não deverá incluir atividades na capital, São Luís. Sobre a visita de Bolsonaro ao Maranhão, o governador do Estado, Flávio Dino (PCdoB), não descartou receber o presidente.
“Se depender de mim, se ele quiser, será bem recebido, como eu recebo todo mundo com educação e nos termos da lei, independentemente da minha posição crítica”, afirmou.

Não tem nada confirmado. O presidente [Bolsonaro] foi convidado para vir ao Maranhão e ir à AgroBalsas, mas ainda não confirmou”Juscelino Filho, deputado federal (DEM) e líder da bancada maranhense no Congresso

Presidente disse a deputados que virá ao MA

A possível vinda do presidente da República, Jair Bolsonaro, ao Maranhão começou a ser costurada em reunião no dia 17 do mês passado entre o líder do Executivo e deputados do estado. Estiveram em reunião no gabinete do presidente os deputados maranhenses Aluisio Mendes (PODE), Edilázio Júnior (PSD) e o Pastor Gil­denemyr (PMN). Outros deputados, como Hildo Rocha (MDB) e João Marcelo (MDB), também participaram da articulação, apesar de não se reunirem com Bolsonaro.
De acordo com interlocutores, alguns assuntos suscitam o interesse de Bolsonaro em relação ao Estado como o futuro do Porto do Itaqui, a Base de Alcântara e a recuperação da malha rodoviária.
Nesta quinta-feira, 9, segundo o governador Flávio Dino, deverá ocorrer o primeiro encontro oficial entre ele e Bolsonaro em Brasília, já que o presidente irá se reunir com os nove governadores do Nordeste.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© 2019 - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte