O Mundo | Crise na Venezuela

Casa Branca manda alerta para alta cúpula do regime venezuelano

Cúpula do Judiciário e das forças armadas foram alvos de mensagem do assessor de Segurança Nacional
O Estado MA30/04/2019 às 16h24
John Bolton é assessor de Segurança Nacional do Governo Trump

O assessor de Segurança Nacional da Casa Branca, John Bolton, usou as redes sociais para enviar um ultimato ao ministro da Defesa, diretor geral da Contra-Inteligência Militar e para o presidente do Tribunal Supremo de Justiça da Venezuela.

“A hora de vocês chegou. Esta é a última chance. Aceitem a anistia oferecida pelo presidente interino Juan Guaidó, protejam a Constituição e removam Maduro”, John Bolton, em mensagem no Twitter na tarde desta terça (30).

O norte-americano também usou as redes para garantir benefícios aos membros da cúpula venezuelana, caso eles abandonem o regime.

“Nós vamos retirá-los da nossa lista de sanções. Fiquem com Maduro e afundem com o navio”, acrescentou Bolton.

A declaração foi feita após uma entrevista coletiva nos jardins da Casa Branca. Na mensagem ele cita os perfis do ministro da Defesa, Vladimir Padrino, do Diretor Geral de Contrainteligência Militar, Ivan Hernandez, e o Presidente do Tribunal Supremo de Justiça, Maikel Moreno.

Mais cedo, o chanceler dos Estados Unidos, Mike Pompeo, reafirmou o apoio do país ao presidente interino Juan Gauidó. “Democracia não pode ser derrotada”, disse Pompeo.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte