Polícia | Barbárie

Homem mata o próprio irmão a golpes de faca durante briga

Fato ocorreu no município de Pedro do Rosário durante luta corporal entre eles; autor do crime foi preso em flagrante e autuado na delegacia de Pinheiro
Ismael Araújo29/04/2019
Homem mata o próprio irmão a golpes de faca durante brigaGenivaldo Almeida Trindade autor do crime (Divulgação)

PEDRO DO ROSÁRIO - Um crime bárbaro ocorreu no fim de semana no município de Pedro do Rosário. A polícia informou que Genivaldo Almeida Trindade foi preso em flagrante acusado de ter matado a golpes de faca o próprio irmão, Marivaldo Almeida, no sábado, 27.

O crime ocorreu na residência da vítima, no centro da cidade. A vítima teria feito questionamento ao irmão devido ter chegado em casa na madrugada. Eles travaram luta corporal e, durante a briga, o acusado desferiu uma facada no peito do próprio irmão, que morreu ainda no local.

A polícia foi acionada e prendeu o acusado quando tentava fugir. Ele foi apresentado na Delegacia Regional de Pinheiro onde foi autuado. Já o corpo da vítima foi levado para o hospital da cidade onde passou por exames periciais e em seguida foi liberado para os familiares.

Tentativa de homicídio

Ainda ontem, em Imperatriz, um homem identificado apenas como Reginaldo, estava internado no Hospital Municipal, correndo risco de morte. De acordo com a polícia, ele recebeu vários golpes de faca desferidos por seu padrasto, nome não revelado.

A mãe da vítima, que não teve seu nome não revelado, declarou para os militares que o filho, que tem passagem pela Justiça como usuário de droga, na noite de sexta-feira, 26, chegou a sua residência, na Vila Cafeteira, em Imperatriz, agressivo e queria quebrar os objetos do local.

Ela mandou o marido dá uma surra no filho. Padrasto e enteado brigaram e durante a confusão, o acusado aplicou os golpes de faca na vítima, um deles profundo, na mão.

Os socorristas do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foram acionados e levaram a Reginaldo para o HMI. A tentativa de homicídio está sendo investigada pela Polícia Civil. Ainda ontem não havia registro de prisão do acusado.

Habeas corpus

O Poder Judiciário concedeu, ontem, liberdade provisória de Charles William Campos Correa, que foi preso no último dia 24, acusado de estelionato. No momento da abordagem, o acusado estava em um estabelecimento comercial, em Santa Inês, tentando aplicar mais um golpe. Com ele, a polícia apreendeu vários documentos falsos, inclusive, cartão bancário.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte