O País

Criança alvo de fake news envolvendo Bolsonaro está abalada emocionalmente

Notícia falsa plantada na semana passada afirmava que Yasmin Alves teria se recusado a cumprimenta presidente
O Estado MA23/04/2019 às 17h43
Menina explicou gesto durante celebração no Palácio do Planalto

Yasmin Alves, de apenas 8 anos, tornou-se conhecida nacionalmente na última sexta (19). A menina foi apontada como pivô de uma saia-justa do presidente Jair Bolsonaro que, posteriormente, foi desmentida por ela e pela família. Yasmin agora se queixa dos efeitos da notícia falsa e a família revela o abalo psicológico da criança.

A notícia falsa plantada na semana passada reportou que Yasmin teria se recusado a cumprimenta Bolsonaro durante celebração de Páscoa na última quarta (17), no Palácio do Planalto. Após a repercussão, Yasmin desmentiu a notícia e explicou o que aconteceu.

“Ele perguntou quem era palmeirense e eu balancei a cabeça dizendo que não era”, disse Yasmin em entrevista.

A menina afirma que a notícia falsa a prejudicou bastante. “Tenho medo de ir à escola. […] Fico muito triste porque as pessoas estão falando mal de mim, que sou mal-educada”, disse.

O pai de Yasmin, o pedreiro Valdir Alves, 48 anos, também reclamou do assédio envolvendo sua filha.

“Saio nas ruas e vejo as pessoas comentando sobre a minha filha. É uma criança de oito anos convivendo com essa expectativa de não querer nem estudar porque todo mundo fala dela.”

A mãe, Cléia Ramone, 26 anos, preocupa-se com a possibilidade de sequelas psicológicas na filha e também com a integridade física da menina.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© 2019 - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte