Política | RG+

''Paternidade'' de lei vira crise entre deputados no Maranhão

Zé Gentil (PRB), autor da proposta, e Duarte Júnior (PCdoB), coautor, têm travado disputa pelos louros da sua aprovação
Gilberto Léda22/04/2019 às 10h59
''Paternidade'' de lei vira crise entre deputados no MaranhãoReprodução/Agência Assembleia

Os deputados estaduais Zé Gentil (PRB) e Duarte Júnior (PCdoB) seguem numa contenda pública relacionada à autoria do projeto que deu origem à “Lei RG+” – que determina o ingresso do tipo sanguíneo e outras informações na Carteira de Identidade.

No fim de semana, o primeiro estranhou não ter sido convidado pelo segundo para o lançamento do novo dispositivo legal.

O evento está marcado para esta segunda-feira (22), no Viva Cidadão do Shopping da Ilha – órgão vinculado ao Procon-MA, onde Duarte tem grande ascendência.

Ocorre que o comunista foi o coautor do projeto de lei. A autoria, oficialmente, é atribuída a Gentil.

“É muito estranho, pois sou eu o autor desse projeto, tendo o deputado Duarte Junior como co-autor, por ter apresentado o seu projeto depois que eu já tinha apresentado o meu. Agora tem um lançamento sem a minha presença?”, questionou Gentil.

O deputado Duarte Júnior (PCdoB) foi procurado pela reportagem de O Estado mas ainda não se manifestou sobre o assunto.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© 2019 - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte