Polícia | Mortes violentas

12 pessoas foram assassinadas neste mês na Ilha de São Luís

Um dos últimos casos ocorrem na Sexta-Feira Santa, 19, na área do Coroadinho; o pintor Wallace dos Santos Belford, 25 anos, levou um tiro na cabeça; até o fechamento deste edição, guarnições da polícia ainda não tinham, conseguido prender os acusados
20/04/2019
12 pessoas foram assassinadas  neste mês na Ilha de São Luís Wallace dos Santos Belford, de 25 anos, foi morto com um tiro na cabeça no bairro Coroadinho (Divulgação)

SÃO LUÍS - Doze assassinatos já ocorreram durante este mês na Região Metropolitana de São Luís e mais de 90% dos casos ocasionados por arma de fogo, segundo a polícia. Um dos últimos registros ocorreu em via pública do bairro Coroadinho, na Sexta-Feira Santa, 19, e teve como vítima o pintor Wallace dos Santos Belford, de 25 anos.

Os moradores ainda presenciaram a vítima baleada na cabeça no meio da via esperando ser levada para o Hospital Municipal Socorrão I, no Centro. Na rua era possível encontrar sangue espalhado. Populares estavam assustados e com receio também de serem alvo de tiro efetuado por integrantes de facções criminosas.

Um dos familiares da vítima, nome não revelado, disse que Wallace dos Santos residia na Vila Conceição, área do Coroadinho, e tinha ido sacar dinheiro em um caixa eletrônico, localizado na feira do bairro. A vítima, após ter efetuado a transação bancária, acabou sendo baleado na cabeça.

Há informações que os autores do crime fugiram em uma bicicleta. Os parentes da vítima não souberam informar se os suspeitos levaram o dinheiro. Guarnições da Polícia Militar foram acionados e realizaram rondas na localidade, mas não conseguiram prender os acusados até o fechamento desta edição.. O caso está sendo investigado pela equipe da Superintendência de Homicídio e Proteção a Pessoas (SHPP).

Em Ribamar

Até o período da tarde de sexta-feira, 19, a polícia ainda não tinha conseguido identificar os suspeitos de terem assassinado Jardel Moraes Lima, de 20 anos. De acordo com a polícia, dois criminosos encapuzados mataram a tiros o jovem, no bairro Vieira, em São José de Ribamar, no último dia 17. O corpo da vítima foi removido para o Instituto Médico Legal (IML), no Bacanga, para ser autopsiado e, em seguida, liberado para os familiares.

Outros casos

Dois corpos, ainda na sexta-feira, 19, deram entrada no Instituto Médico Legal (IML). Um deles foi identificado como Joseilson Marques de Sousa, de 47 anos, e, segundo a polícia, tinha sofrido um acidente de trânsito e levado para o Socorrão I, onde veio a falecer. O caso vai ser investigado pela Delegacia de Acidente de Trânsito (DAT).

O outro corpo foi Katiane Pereira Sousa, de 45 anos. A polícia informou que ela estava internada alguns dias no Socorrão I e veio a falecer. A causa da morte está indeterminada e sendo investigada pela Polícia Civil.

Entenda o caso

Assassinatos durante este mês na Ilha de São Luís:

Dia 1: Luís Mario Santos Serra, de 55 anos, arma de fogo, na Camboa;

Leonilson de Sousa Soares, de 23 anos, arma de fogo, na Estiva

Dia 7: Rodrigo Melo Machado, de 24 anos, arma de fogo, na Vila Cascavel;

Leo Felipe da Cruz Maramaldo, de 23 anos, arma branca, na Alemanha

Dia 8: Guilherme Patrick Silva Costa, de 19 anos, arma de fogo, no São Raimundo

Dia 10: David Silva Coelho, de 24 anos, arma branca, Mata, em São José de Ribamar

Dia 13: Leonardo de Oliveira Santos, de 24 anos, arma de fogo, no Santa Cruz

Dia 14: Não identificada (sexo masculino), arma de fogo, na Vila Palmeira;

Rafael Protázio Silva, de 18 anos, arma de fogo, Altos do Calhau

Dia 16: Não Identificada (sexo masculino), outros meios, Cumbique, em Raposa

Dia 17: Jardel Moraes Lima, de 20 anos, arma de fogo, Vieira, em São José de Ribamar

Dia 19: Wallace dos Santos Belfort, de 25 anos, arma de fogo, no Coroadinho

Número

12 assassinatos ocorreram no decorrer deste mês na Região Metropolitana de São Luís

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© 2019 - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte