Geral | Assistência Social

Convocados 52 aprovados no concurso da Semcas

Edital com a lista dos convocados está disponível no Diário Oficial do Município; o processo disponibilizou vagas para o nível superior, também com formação de cadastro de reserva; todos os convocados devem comparecer para a Perícia Médica
12/04/2019
 Convocados 52 aprovados   no concurso da SemcasDiversas ações são desenvolvidas pela Semcas na cidade de São Luís (Divulgação)

SÃO LUÍS - A Secretaria Municipal de Administração (Semad), divulgou o edital de convocação de 52 aprovados e classificados em concurso público para provimento de vagas nos cargos de Técnico Municipal de Nível Superior em Direito, Psicologia e Serviço Social da Secretaria Municipal da Criança e Assistência Social (Semcas), conforme publicação no Diário Oficial do Município nº 68 de 10 de abril de 2019, disponível no site da Semad - www.saoluis.ma.gov.br/semad no link http://twixar.me/2z9K.

Com a convocação dos aprovados, a Prefeitura de São Luís espera que todos os órgãos da assistência social funcionem em sua plenitude. Os convocados serão distribuídos nas unidades que compõem a Semcas - 20 Centros de Referência e Assistência Social (Cras), cinco Centros de Referência Especializada de Assistência Social (Creas), dois Serviços Especializados para População em Situação de Rua (Centros Pop) e cinco Casas Abrigo.

O processo disponibilizou vagas para o nível superior, também com formação de cadastro de reserva. O certame constou de prova objetiva, dissertativa e avaliação de títulos. Foram contemplados profissionais das áreas de Serviço Social (28 vagas, sendo cinco reservadas para candidatos com deficiência), Direito (cinco vagas, sendo uma vaga para candidato com deficiência) e Psicologia (19 vagas, sendo três reservadas para candidatos com deficiência).

Para a secretária de Administração Mittyz Rodrigues, a execução dos concursos públicos cumpre as diretrizes do programa de Valorização do Servidor. "A realização de mais uma convocação de aprovados é resultante do esforço conjunto da gestão em cumprir todas as etapas do edital de concurso para o preenchimento de um quadro funcional efetivo, composto por profissionais especializados para atender as demandas da área de Assistência Social.", afirmou.

Perícia e apresentação

Todos os convocados devem comparecer, conforme quadro indicativo com data e horário individuais constante no Edital de Convocação, primeiramente à Perícia Médica do Município para apresentação e homologação dos resultados dos exames admissionais (originais e cópias) e em seguida à Secretaria Municipal de Administração - Semad (Central de Atendimento ao Servidor - CEAT) para apresentação dos documentos exigidos, obedecendo a ordem de chegada ao início do atendimento.

A Perícia Médica do Município está localizada na Av. Beira Mar, nº 342 A - Centro, próximo à antiga RFFSA, no telefone de contato (98) 3232 - 3774. E a Semad (Central de Atendimento ao Servidor - CEAT) na Av. Jaime Tavares, nº 402 - Praia Grande, em frente ao Terminal de Integração, nos telefones: (98) 3212 - 8075 e (98) 3212 3233.

A listagem geral de exames laboratoriais e complementares e a relação de documentos exigidos constam nos Anexos I e II dos respectivos editais de convocação. A documentação de todos os convocados deverá ser apresentada, integralmente, copiada em duas vias, estando acompanhados dos respectivos originais para efeito comprobatório. Tanto os exames laboratoriais e complementares quanto a emissão de documentos necessários à nomeação no cargo serão realizados às custas dos candidatos, conforme edital de convocação.

De acordo com o edital, o não comparecimento nos prazos determinados para apresentação da documentação exigida, implica automaticamente no impedimento de sua nomeação.

Candidatos com deficiência

Os candidatos com deficiência deverão comparecer à Perícia Médica, munidos de laudo (original ou cópia autenticada) circunstanciado que ateste a espécie e o grau de deficiência, com expressa referência ao código correspondente da Classificação Internacional de Doenças (CID). Não haverá segunda chamada, seja qual for o motivo alegado para justificar o atraso ou a ausência do candidato com deficiência.

Se a deficiência do candidato não se enquadrar na previsão do artigo 43 do Decreto Federal n° 3.298/1999, o candidato será eliminado da lista de candidatos com deficiência e passará a figurar apenas na lista geral por cargo/Categoria Profissional em igualdade de condições com os demais candidatos. Além do laudo específico, o candidato deverá atender à listagem geral de exames.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© 2019 - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte