O Mundo | Vandalismo

Na Venezuela em crise, nem túmulos estão a salvo dos ladrões

Criminosos estão vandalizando sepulturas no maior cemitério de Caracas em busca de joias, dentes de ouro e até os ossos
10/04/2019

CARACAS - O cemitério General del Sur virou alvo de criminosos que já arrombaram diversos túmulos em busca de joias, dentes de ouro e até de ossos, vendidos para uso em rituais da religião afro-cubana Santeria. Para parentes que visitam o local, é uma metáfora para a crise que a Venezuela enfrenta.

Para continuar aproveitando o conteúdo de O Estado faça seu login ou assine.

Já sou assinante

entrar

Ainda não sou assinante

assine agora

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© 2019 - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte