Esporte | Campeonato Maranhense

Imperatriz e Moto Club empatam no primeiro jogo da final do Estadual

Com o empate fora de casa, o Papão está a um empate do título; Cavalo de Aço precisa da vitória.
Gustavo Arruda / OESTADOMA.COM10/04/2019 às 23h00
Imperatriz e Moto Club empatam no primeiro jogo da final do EstadualArte: Imirante.com

IMPERATRIZ – Diante de 5.097 torcedores no Estádio Frei Epifânio, Imperatriz e Moto Club disputaram, na noite desta quarta-feira (10), a primeira partida da final do Campeonato Maranhense. Empurrado pela torcida colorada e disposto a abrir vantagem na decisão, o Cavalo de Aço foi ao ataque, mas o Rubro-Negro, firme na marcação, também criou suas oportunidades de gol e mostrou que sua grande campanha no Estadual não é obra do acaso. Apesar da intensidade em campo, Imperatriz e Moto não balançaram as redes e tiveram que se contentar com o empate por 0 a 0, que deixa o título maranhense em aberto para a partida de volta.

Mesmo jogando fora de casa, o Moto Club tomou a iniciativa no primeiro tempo e desperdiçou sua melhor oportunidade aos 24 minutos, com Léo Paraíba, que recebeu cruzamento na grande área e cabeceou por cima do gol. O Imperatriz, por sua vez, chegou com perigo aos 45: após levantamento de Gabriel Paulino, Renan Dutra obrigou Rodolfo a fazer grande defesa. Na etapa final, o Moto teve boas chances com Márcio Diogo e Juninho Arcanjo, mas o Imperatriz segurou o empate sem gols.

Agora, o Moto Club precisa de uma vitória ou até mesmo um novo empate para conquistar o bicampeonato maranhense de maneira invicta, já que tem a vantagem do empate no placar agregado da final por ter melhor campanha na competição. Já o Imperatriz, que completou oito jogos sem derrotas no Maranhense, precisa de uma vitória fora de casa para faturar o seu terceiro título.

A segunda partida entre Moto Club e Imperatriz será disputada na tarde deste sábado (13), às 17h, no Estádio Castelão, com transmissão da rádio Mirante AM e cobertura completa do Imirante Esporte. O campeão maranhense, vale lembrar, está garantido na Copa do Nordeste de 2020.

O jogo

Antes que o cenário da partida se desenhasse no Frei Epifânio, o Moto Club foi ao ataque e assustou o Imperatriz. Com apenas 20 segundos, Léo Paraíba recebeu cruzamento na grande área e cabeceou por cima do gol colorado. Contando com o apoio da torcida, o Imperatriz respondeu aos sete minutos, com Lucas Campos, que aproveitou sobra de bola na pequena área e mandou para as redes, mas a arbitragem marcou impedimento do atacante do Cavalo de Aço.

O gol anulado animou o Imperatriz, que intensificou a pressão no campo de ataque e criou mais uma oportunidade aos nove minutos: após grande jogada individual de Júnior Chicão, a zaga do Moto Club afastou a bola nos pés de Adauto, que tentou o chute colocado e parou em defesa de Rodolfo. A resposta do Moto demorou, mas tirou a respiração da torcida colorada no Frei Epifânio: após cobrança de falta de Juninho Arcanjo, aos 24, Léo Paraíba subiu sozinho na grande área e cabeceou para fora, desperdiçando a melhor chance rubro-negra no primeiro tempo.

O Moto Club chegou com perigo mais uma vez aos 36 minutos: após receber a bola no meio-campo, Lucas Hulk avançou, arriscou o chute, e a bola passou muito perto do canto direito de Jean. Aos 45, o Imperatriz chegou perto de abrir o placar com Renan Dutra, que recebeu cruzamento de Gabriel Paulino e cabeceou para defesa à queima-roupa de Rodolfo. No minuto seguinte, Léo Paraíba teve mais uma chance pelo Moto, mas Jean defendeu a finalização de longa distância do atacante motense.

Moto Club cria chances, mas Imperatriz segura empate em casa

A etapa final começou equilibrada no Frei Epifânio, com forte marcação no meio-campo e as defesas anulando os ataques. Com poucos espaços para avançar, o Imperatriz quase fez o primeiro gol em um lance curioso aos 12 minutos: após receber passe na ponta esquerda, Lucas Campos tentou o cruzamento para a grande área, mas a bola foi em direção ao gol, e Rodolfo teve que espalmar para escanteio.

Depois dessa tentativa, o Imperatriz diminuiu o ritmo e viu o Moto Club assumir o domínio da partida. Aos 17 minutos, Gleisinho serviu Márcio Diogo, que passou por Renan Dutra, chutou forte e parou em grande defesa de Jean. No minuto seguinte, foi a vez de Juninho Arcanjo receber passe de Gleisinho e arriscar a finalização, que desviou na defesa do Imperatriz e foi pela linha de fundo.

Com o Imperatriz aparentando cansaço, sem força para chegar ao ataque, o Moto Club pressionou nos minutos finais de partida. Diego Renan, aos 33, chutou forte e quase fez um belo gol no Frei Epifânio. Já aos 35, Gleisinho foi lançado por Márcio Diogo, passou por Renan Dutra, mas não conseguiu a conclusão e confirmou o empate sem gols em Imperatriz.

FICHA TÉCNICA

IMPERATRIZ: Jean; Gabriel Paulino, Tomais (Anderson) (Gabriel Caju), Renan Dutra e Renan Luís; Tibiri, Xaves e Marcos Paulo; Adauto (Matheus Lima), Lucas Campos e Júnior Chicão. Treinador: Ruy Scarpino

MOTO CLUB: Rodolfo; Diego Renan, Alisson, Lucas Dias e Mateus Mendes; Naílson, Lucas Hulk e Juninho Arcanjo (Diego Vitor); Márcio Diogo, Evandro Russo (Pedro Dias) e Léo Paraíba (Gleisinho). Treinador: Wallace Lemos

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© 2019 - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte