O Mundo | Comunismo

Ditador cubano alerta para mais tempos difíceis na economia

Anúncio foi feito durante promulgação da nova Carta Magna do país
O Estado MA10/04/2019 às 18h10
Ditador cubano alerta para mais tempos difíceis na economiaRaul Castro preconiza mais arrocho em Cuba (Reprodução)

Durante discurso diante da Assembleia Nacional, o ditador cubano Raúl Castro pediu para os cidadãos se prepararem para tempos econômicos difíceis.

“Quanto à diversificação da economia, temos que nos preparar sempre para a pior variável”, disse Castro durante a proclamação da nova Constituição de Cuba.

Nos últimos meses problemas de desabastecimento de alimentos e até redução de páginas no jornal oficial Granma – medida similar à primeira adotada para enfrentar a crise dos anos 1990.

Atualmente, cerca de 591.000 cubanos trabalham para o setor privado, o que representa 13% da força de trabalho do país.

A Assembleia foi convocada para instaurar a nova carta magna, que substitui a de 1976. A nova constituição foi submetida a um referendo popular e aprovada por 78,3% do eleitorado.

No começo dos anos 1990, a ilha sofreu graves problemas econômicos após a queda do bloco soviético, uma época que ficou conhecida como “Período Especial”.

O colapso significou a perda abrupta de 85% do comércio exterior, inclusive de combustíveis e alimentos. O país ficou paralisado, houve desnutrição e 45.000 cubanos protagonizaram a “Crise dos Balseiros”, êxodo maciço em 1994.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© 2019 - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte