Política | No Porto do Itaqui

Deputados querem criar CPI para apurar possíveis irregularidades em obra no Porto do Itaqui

Membros da oposição querem criar uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) baseada em relatório da Polícia Federal que apontou fraudes em obra no Porto
Thiago Bastos/Da Editoria de Política10/04/2019 às 09h35
Deputados querem criar CPI para apurar possíveis irregularidades em obra no Porto do ItaquiDeputados da oposição querem criar CPI para apurar irregularidade de obra em Porto do Itaqui (agência Assembleia)

Os deputados que compõem o grupo de oposição ao Governo na Assembleia Legislativa do Maranhão (AL) defendem a criação de Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para apurar possíveis irregularidades na administração do Porto do Itaqui. Relatório divulgado na terça-feira, 9, e que registra apuração da Polícia Federal aponta fraudes na contratação e pagamento de empresas para serviços na estrutura portuária.
O assunto deverá protagonizar novas as discussões nas próximas sessões na Assembleia. A O Estado, o deputado estadual César Pires (PV) disse que se trata de um caso de "extrema gravidade". O parlamentar lembrou que, de acordo com a PF, há indícios de fraude na execução e na fiscalização dos serviços contratados com as empresas Jan de Nul do Brasil Dragagem e Fotogeo. No total, as duas empresas receberam R$ 63,6 milhões.
Diante das irregularidades, César Pires posicionou-se contrário à aprovação do Projeto de Lei número 257, do Executivo, que amplia a abrangência da Empresa Maranhense de Administração Portuária (Emap), gestora do Porto. Apesar da vontade de criação da CPI, o pedido deve ser barrado. A base governista não deverá utilizar a tribuna para defender o Governo das acusações. A omissão é vista, nos bastidores, como uma espécie de concordância no caso até mesmo por parte dos governistas.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© 2019 - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte