Esporte | Carioca 2019

No Maracanã, Bangu volta a desafiar o Vasco em semifinais

O Vasco tem a vantagem do empate para poder se classificar, pois tem melhor campanha até aqui
Gazetapress07/04/2019 às 07h00
No Maracanã, Bangu volta a desafiar o Vasco em semifinaisAlberto Valentim, técnico do Vasco, comanda treino em São Januário (VALETIM VASCO)

Rio de Janeiro - Grande surpresa do Campeonato Carioca, o Bangu volta a desafiar o Vasco neste domingo, às 16h(de Brasília), no Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ), em choque válido pela semifinal do Campeonato Carioca. O CRuz-Maltino eliminou o adversário com um triunfo por 1 a 0 na Taça Rioo, segundo turno. Antes, pela fase de classificação, os banguenses ganharam, de virada, por 2 a 1.

O Vasco tem a vantagem do empate para poder se classificar, pois tem melhor campanha até aqui. Porém, o time descarta atuar pensando neste benefício. "Nós vamos seguir trabalhando sempre em busca da vitória, como é a característica do Vasco ao longo desta temporada", avisou o técnico Alberto Valentim.

Os vascaínos, porém, sabem que esta vantagem e a maior tradição aumentam a responsabilidade pela classificação, ainda mais depois da perda do título da Taça Rio nos pênaltis para o Flamengo. Mas a pressão vem sendo minimizada no discurso. "Temos que respeitar o Bangu. A equipe dele foi muito bem nesses dois jogos e mostrou que não vai perdoar se o nosso time der algum tipo de mole. Acabamos dando uma desligada no final do jogo contra o Flamengo e sofremos um gol, então precisamos manter o foco e a concentração durante toda a partida, correr até o último minuto. É preciso ter cuidado, mas ao mesmo tempo colocar em prática nosso futebol equilibrado e ofensivo", disse o atacante Marrony.

Cientes de que precisam ser ofensivos para neutralizarem a vantagem vascaíno, os banguenses prometem ousadia. "A gente já vem preparando essa equipe há seis meses. A gente já vinha testando e sabemos da capacidade deles. A gente pode, com essa equipe, ser campeão Carioca. Temos tudo, eles são obedientes taticamente e a gente teve a ousadia de saber jogar contra equipe grande, como foi nos jogos contra o próprio Vasco. Temos consciência de que a equipe jogou bem. Eu tenho uma comissão com pessoas que me ajudam observar do lado de fora para na próxima partida mudar alguma coisa. Eu tenho o aval de todos e isso que me deixa feliz", pontuou Ado.

Precavido

Além de atacar, o Bangu toma algumas precauções para evitar ser surpreendido. "A equipe do Vasco tem bastante qualidade e mostrou isso durante o campeonato. Diminuindo os espaços e encaixando a marcação com qualidade, acredito que vamos dificultar o estilo de jogo deles. Fazendo isso e colocando em prática o que treinamos, temos chances de ir para final. Todos atletas estão felizes com o momento que o clube vem vivendo, mas é óbvio que queremos mais. Não chegamos até aqui por acaso e não vamos desistir. Já vencemos o Vasco uma vez e temos condições de repetir isso. É claro que sabemos das dificuldades que vamos enfrentar, mas confiamos no nosso trabalho", disse o zagueiro Anderson Penna.

Para este jogo o Vasco está definido. Valentim vai manter a base que atuou na fdinal contra o Flamengo. Mas tem um desfalque de ordem médica. O zagueiro Leandro Castán, considerado o líder do setor defensivo, teve diagnosticada uma pequena lesão na região anterior da coxa esquerda. O jogador foi vetado, abrindo espaço para o jovem Ricardo Graça. O volante Bruno Silva confirmou presença após mostrar que está recuperado de uma pancada na cabeça no clássico contra o Flamengo, que o deixou desacordado. Se recuperando de uma lombalgia, o atacante Maxi López continua sendo substituído por Tiago Reis, que está dando conta do recado e marcou o quarto gol pelos profissionais contra o Flamengo. O argentino, porém, é uma peça considerada importante pela confiança que transmite para o restante do plantel e ficará como opção no banco.

Bangu manterá base

Pelo lado do Bangu, Ado vai manter a base que vem atuando, pois não tem problemas de lesão ou suspensão.

Campeão carioca nos anos de 1933 e de 1966, o Bangu não chega à decisão do Campeonato Carioca desde 1985. Naquela ocasião o time, que tinha o próprio Ado como jogador, além do ex-atacante Marinho, foi derrotado pelo Fluminense por 2 a 1. Aquele duelo foi marcado por muitas polêmicas envolvendo a arbitragem de José Roberto Wright, que deixou de marcar um pênalti do ex-zagueiro tricolor Vica no artilheiro Cláudio Adão. O Vasco, que não ganha desde 2016 o caneco, tem 24 conquistas estaduais.

FICHA TÉCNICA

VASCO X BANGU

Local: Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)
Data: 7 de abril de 2019 (Domingo)
Horário: 16h(de Brasília)
Árbitro: Rodrigo Carvalhães de Miranda (RJ)
Assistentes: Michael Correia (RJ) e Carlos Henrique de Lima Filho (RJ)

VASCO: Fernando Miguel, Raúl Cáceres, Werley, Ricardo e Danilo; Bruno Silva, Lucas Mineiro e Bruno César; Rossi, Tiago Reis e Marrony
Técnico: Alberto Valentim

BANGU: Jefferson Paulino, João Lucas, Anderson Penna, Rodrigo Lobão e Dieyson; Felipe Dias, Marcos Júnior, Felipe Adão e Yaya Banhoro; Anderson Lessa e Jairinho
Técnico: Ado

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© 2019 - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte