Esporte | Estadual

Moto Club bate o Maranhão e vai reeditar final de 2018 contra o Imperatriz

Papão fez 2 x 0 no MAC, em partida muito nervosa no Castelão, e vai tentar o bicampeonato diante do Cavalo de Aço, assim como no ano passado
Eduardo Lindoso / O Estado07/04/2019 às 18h07
Moto Club bate o Maranhão e vai reeditar final de 2018 contra o ImperatrizLande do duelo disputado neste domingo no Castelão (Diego Chaves / O Estado)

SÃO LUÍS – Assim como em 2018, o Moto Club e Imperatriz vão decidir o Campeonato Maranhense deste ano. O Papão venceu o MAC, neste domingo (7), por 2 x 0, em uma partida bastante nervosa no Castelão, e se garantiu mais uma vez na decisão do Estadual. O Rubro-Negro, que tem a vantagem de decidir o confronto em casa, por ter melhor campanha, busca seu 26º título, o Cavalo de Aço busca o terceiro. Em 2018 deu Papão. O primeiro embate, que será nesta quarta-feira (10), 20h15, acontece no estádio Frei Epifânio, e o segundo será no Castelão, no sábado (13), às 16h. Os gols da vitória rubro-negra deste domingo foram de Vitor Salvador e Paulinho.

Papão na frente e muita confusão

Em desvantagem no placar desde o início da partida, após a derrota, por 2 x 0, na partida de ida, o Maranhão começou o jogo pressionando o Moto no seu campo de defesa. E a pressão atleticana surtiu efeito, quando, aos oito minutos, Marciano arrancou pela direita e cruzou, para a saída do goleiro Rodolfo, que soltou a bola e deixou livre para Deylon, que errou o chute, quase abrir o placar. Aos 14, o Moto respondeu com Márcio Diogo, que achou Juninho Arcanjo livre. O camisa 10 cruzou e antes da chegada de Léo Paraíba a defesa maqueana fez o corte.

Daí em diante, o Papão passou a equilibrar as ações em campo e o jogo passou a ficar mais parelho, porém com o MAC mais incisivo no ataque. E, diante da pouca eficiência do Bode para definir, o Moto passou a gostar da partida e, aos 28 minutos, quase abriu o marcador. Evandro Russo cruzou a bola, Rodrigo Ramos saiu mal e deixou Léo Paraíba com liberdade, mas o atacante desperdiçou a chance. Depois desse lance, o Rubro-Negro cresceu e voltou a assustar Rodrigo Ramos. Aos 32 Márcio Diego avançou com liberdade e soltou uma bomba na trave.

Em desvantagem e vendo o adversário crescer, o time do MAC passou a ficar muito nervoso. Se aproveitando do momento, o Moto foi para o ataque e, enfim, abriu o placar: Juninho Aracanjo cobrou escanteio e o volante Vitor Salvador subiu mais alto para fazer 1 x 0 para o Papão. Em seguida o zagueiro Lucas agrediu Léo Paraíba e o MAC, que já estava em situação ruim, ficou com um homem a menos em campo.

Atrás no marcador e na quantidade de jogadores, o Moto quase ampliou aos 45, com Evandro Russo, que acertou um lindo chute de primeira, mas a primeira etapa foi encerrada com 1 x 0 mesmo. Uma grande confusão se formou no momento da expulsão do zagueiro do Maranhão e a Polícia Militar chegou a entrar no gramado.

Jogo “morno” e gol no fim

Em total desvantagem, o Maranhão voltou mais tímido para a segunda etapa e o Moto continuou ditando as regras da partida. Mas, com o controle, o Papão relaxou um pouco e, até os 20 minutos do segundo tempo, nenhum lance de perigo aconteceu para nenhum dos lados. Aos 25 minutos Rodrigo Ramos salvou o segundo gol. O lateral-esquerdo Mateus Mendes subiu com liberdade e cruzou para Léo Paraíba, que acertou uma linda cabeçada, para uma bela defesa do Paredão.

Quando se pensava que a partida voltaria a ganhar emoção, o Moto voltou a torar o pé do acelerador e os lances de gols sumiram mais uma vez. A tônica do confronto passou a ser o Papão com a bola, e o MAC tentando achar um contra-ataque. E nada de emoções.

Aos 41 Gleisinho teve mais uma chance para o Rubro-Negro. O meia passou rápido pela marcação e quase faz mais um para time, que neste momento já estava com a vaga praticamente assegurada. Quando tudo indicava que o jogo iria mesmo ficar no 1 x 0, aos 47 minutos, o jovem Paulinho, que havia entrada no segundo tempo, recebeu bom passe de Gleisinho e “fechou caixão” do MAC. Papão na final do campeonato.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© 2019 - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte