Geral | Desistência

Em três meses, mais de mil profissionais deixam Mais Médicos

Programa teve início em janeiro após saída de médicos cubanos. Municípios relatam que médicos deixam programa para fazer residência ou porque não se adaptam
Medicina05/04/2019

BRASÍLIA - O Ministério da Saúde confirmou ontem,4, que 1.052 profissionais desistiram do programa Mais Médicos nos primeiros três meses do ano. O número representa 15% das vagas preenchidas por médicos brasileiros após a saída de Cuba do programa em novembro de 2018.

Para continuar aproveitando o conteúdo de O Estado faça seu login ou assine.

Já sou assinante

entrar

Ainda não sou assinante

assine agora

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© 2019 - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte