O Mundo | Imigração ilegal

Trump ameaça fechar fronteira dos Estados Unidos com México

Declaração foi feita nas redes sociais do presidente, que não deu mais detalhes sobre como isso irá acontecer
31/03/2019 às 07h00
Trump ameaça fechar fronteira  dos Estados Unidos com México O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, ameaça fechar fronteira (Reuters)

WASHINGTON - O presidente Donald Trump ameaçou fechar a fronteira dos Estados Unidos com o México na próxima semana, ou pelo menos em grande parte dela, se o México "não parar imediatamente toda a imigração ilegal vinda para os Estados Unidos". A declaração foi feita na sexta-feira,29, no Twitter.

Nas publicações ele afirmou que as leis de imigração do país "são as mais fracas do mundo" e que, portanto, o congresso deve mudá-las imediatamente. Trump também cobrou que o México impeça que imigrantes ilegais cruzem a fronteira.

"Se o México não parar imediatamente toda a imigração ilegal que chega aos Estados Unidos por meio do sul da fronteira eu irei fechar a fronteira ou grandes seções dela na próxima semana", escreveu.

"Isso (impedir que imigrantes cruzem a fronteira) seria tão fácil para o México fazer, mas eles só pegam nosso dinheiro e 'conversam'", disse. Ele afirmou que fechar a fronteira seria bom porque os Estados Unidos perdem muito dinheiro com o México, por causa de coisas como o tráfico de drogas.

O secretário de relações exteriores do México, Marcelo Ebrard, publicou em seu Twitter nesta sexta (29) que o "México não age com base em ameaças. Somos um grande vizinho. Quem melhor pode dizer são os 1,5 milhão de americanos que escolheram o nosso país como lar, a maior comunidade dos EUA fora da União Europeia. Para eles nós também somos o melhor vizinho que poderiam ter".

Muro na fronteira

Em 15 de fevereiro Trump declarou emergência nacional para financiar o muro na fronteira com o México. Isso, na prática, dá a ele a permissão para usar fundos federais sem a aprovação do Congresso.

Em seguida, o Senado se uniu à Câmara dos Deputados para aprovar uma legislação que desafiava o presidente norte-americano, derrubando a declaração de emergência nacional. Então, ele vetou a medida.

Logo depois, o Partido Democrata fracassou em uma tentativa de anular o veto. A câmara controlada pelos democratas votou por 248 a 181 a favor da derrubada do veto, mas ainda faltaram 38 votos para chegar aos 286 necessários para conseguir a maioria de dois terços.

Contestações judiciais ainda podem ser feitas para bloquear o dinheiro extra que Trump quer.

Construir o muro é uma das principais promessas de campanha de Trump, embora ele tenha dito que seria pago pelo México, e não pelos contribuintes.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© 2019 - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte