Política | Acusações

Desembargadores foram alvos de investigação, a pedido da SSP

Denúncia foi feita em depoimento prestado no dia 12 deste mês pelo ex-superintendente da Seic Thiago Bardal; segundo ele, o secretário Jefferson Portela pediu que magistrados fossem investigados
Thiago Bastos / O Estado 28/03/2019

Em depoimento no dia 12 deste mês, o ex-superintendente da Polícia Civil do Maranhão Thiago Bardal afirmou que - por orientação do secretário atual de Segurança Pública do Estado (SSP), Jefferson Portela - determinou a instauração de procedimento investigativo contra desembargadores. Segundo o delegado, seriam alvos das apurações Froz Sobrinho, Tyrone José, Antonio Guerreiro Júnior e Nelma Sarney.
Na oitiva, prestada ao juiz da 2a Vara Criminal de São Luís, José Ribamar d’Oliveira, sem citar em qual período exato, disse que, em uma conversa no gabinete do titular da SSP, foi dada a ordem. “Ele [Jefferson] me chama em seu gabinete e diz: ‘Quando for secretário, vai sair desembargador algemado daqui. Tem que investigar Froz, Tyrone, Guerreiro e Nelma’. Ele me mostrou uma decisão que tinha saído e dis­se: ‘Faça uma representação do Tyrone e encaminhe para o CNJ [Conselho Nacional de Justiça’. Eu disse que não tínhamos atribuição. Ainda assim, o secretário insistiu e ele [Jefferson] ligou na minha frente para a assessora da então ministra Carmén Lúcia, que era então integrante do CNJ. Vamos entregar pessoalmente essa representação”, afirmou.

Para continuar aproveitando o conteúdo de O Estado faça seu login ou assine.

Já sou assinante

entrar

Ainda não sou assinante

assine agora

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© 2019 - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte